Você está em: Página Inicial > Produtos > Tesouro Direto

Tesouro Direto

Desenvolvido pelo Tesouro Nacional, Tesouro Direto é o principal canal de compra e venda de títulos públicos, e que conta com o apoio da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC). Nesse programa não existe um valor mínimo e sim uma quantidade mínima de títulos para compra e venda, que é de 0,1 títulos. Por outro lado o valor máximo mensal de compras é de R$ 1.000.000,00 (Hum milhão de reais).

Para começar a investir no Tesouro Direto, o primeiro passo é se cadastrar na Santander Corretora e seguir o passo-a-passo abaixo:

  • 1. Cadastramento na Santander Corretora;
  • 2. Recebimento da senha via e-mail;
  • 3. De posse da Senha, você deve acessar o site www.tesourodireto.gov.br;
  • 4. Acesse o item 'Preços dos Títulos Disponíveis para Compra';
  • 5. Clique em Comprar e escolha a Santander Corretora;
  • 6. Escolha o(s) título(s) que desejar assim como a quantidade de cada um;
  • 7. Finalize a compra.

O débito é feito, automaticamente, no dia útil seguinte a operação (D+1) na conta corrente que o investidor deve deter em seu agente de custódia. Cabe ressaltar que, caso o investidor não possua os recursos disponíveis, ou seja, caso fique inadimplente, ele é suspenso por trinta dias, ou seja, não pode efetuar nenhuma compra no Tesouro Direto durante este período. Se houver reincidência, o tempo de suspensão será de seis meses. Na segunda reincidência, o investidor será suspenso por três anos. Também devemos ressaltar que é impossível cancelar uma compra via Tesouro Direto.

Quando você desejar vender seus títulos o procedimento é análogo ao de compra, com detalhe para os dias e horários em que o Tesouro Nacional oferece recompra dos títulos.

Não há nenhum custo para se cadastrar e manter a conta ativa no Tesouro Direto. O investidor só incorre em custos quando ele realmente investe, ou seja, quando compra um título. Assim, os custos transacionais são os seguintes:

  • 0,4% a.a. sobre o valor de compra do título, pagos ao agente de custódia referente aos serviços prestados de liquidação e recolhimento de imposto de renda. O primeiro ano é pago no momento da compra sobre o valor aplicado
  • 0,30%a.a. é a taxas de manutenção da conta de custódia cobradas pela CBLC referentes à prestação dos serviços de guarda dos títulos e informação dos saldos e movimentações dos investidores.

Através do Tesouro Direto, você pode investir em cinco títulos diferentes: LFT, LTN, NTN-F, NTN-B, NTN-B principal.

Os títulos adquiridos no Tesouro Direto ficam registrados no nome do investidor, sempre sob responsabilidade da Santander Corretora. Caso seja decretada a falência, a liquidação extrajudicial ou a concordata da Corretora, os títulos registrados no nome do investidor junto a Santander Corretora permanecem na propriedade do investidor, não sendo tais títulos destinados ao pagamento de credores da massa falida. O investidor pode contratar outra Corretora para a administração de seus títulos.

FATORES DE RISCO