Atualizado em 26-04-2024

por Equipe Santander

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Acessibilidade

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 12
Aumento de espessura do texto Aa
Preto e amarelo - tema para daltônicos (WCAG 16:44:1)
Preto e branco - tema para daltônicos (WCAG 21:1)
c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Modo escuro

0:00

 / 

0:00

Será que as suas senhas são óbvias? Segundo um estudo da Nordpass, em 2023, os brasileiros utilizaram senhas que são descobertas pelos hackers em menos de 1 segundo por serem muito comuns, e são as palavras-chave: “admin” e “123456”. Isso facilita o acesso indevido a perfis e as contas para aplicar golpes.

Para evitar que aconteça algo assim com você, ter uma senha segura e forte, além de trocá-la com frequência, é ideal para que os seus acessos não sejam adivinhados com facilidade e que você fique mais protegido nos canais online.

Com o objetivo de te ajudar nessa missão e estarmos todos em conjunto no Dia Mundial da Senha, no conteúdo a seguir que trouxemos para você, iremos explicar como criar uma senha nada óbvia.

Continue a leitura e aproveite o conteúdo!

Por que ter uma senha segura e como criá-la?

As senhas são a primeira camada de proteção para as suas contas, perfis e cadastros em geral nos ambientes online, de forma que funcionem como uma palavra-chave que apenas você deve saber para garantir a proteção das suas contas e dados.

Se as senhas são simples e fora do que é considerado “forte e seguro”, fica mais fácil de ser adivinhada por hackers e capaz de colocar as suas informações em risco. E não queremos isso, não é mesmo? Neste caso, siga as dicas de segurança do Santander para criar uma senha segura e forte e única:

- Opte por criar senhas longas: senhas com combinações de palavras com 10 ou mais caracteres e com caracteres especiais, números e letras maiúsculas e minúsculas.

- Não use informações pessoais: evite cadastrar uma senha com números sequenciais ou com datas que sejam significativas para você, assim como nomes de familiares ou animais de estimações.

- Não use a mesma senha para mais de uma conta: é ideal usar senhas diferentes para os seus diversos cadastros, de forma que caso haja o comprometimento de uma senha, as demais contas não serão afetadas.

- Troque a sua senha com frequência: de tempos em tempos é importante atualizar as senhas das contas, assim você evite acessos indevidos caso sua senha tenha sido exposta em um vazamento de dados.

- Além da senha, use mais uma camada de segurança: não deixe de habilitar o segundo fator de autenticação em todas as suas contas e, assim como as senhas, nunca compartilhe o código com ninguém.

- Nunca compartilhe sua senha: é essencial que somente você tenha acesso às suas senhas para evitar que pessoas mal-intencionadas as usem de forma maliciosa. Nenhum banco ou empresa nunca entrará em contato solicitando suas senhas de acesso à nenhuma conta.

#DicaSantander: de tempos em tempos, tenha o hábito de ver se as suas senhas estavam em algum vazamento de dados. Se o sistema operacional do seu celular é iOS, basta ir em Ajustes > Senhas e recomendações de segurança > Ative a opção “Detectar Senhas Comprometidas”. Se for Android, vá em sua conta Google > Clique na sua foto no canto superior direito > e vá em Segurança.

Quer estar sempre à frente dos golpistas? Então, confira os nossos conteúdos sobre segurança e quais são as dicas que apresentamos para você aprimorar a sua proteção nos ambientes digitais.

Leia sobre segurança

Você sabe qual é a importância de trocar as senhas com frequência?

Além de precisar criar senhas fortes, é recomendado que as senhas sejam trocadas periodicamente, como a cada três meses, de acordo com os especialistas em segurança cibernética.

Mas por que essa preocupação deveria ser levada tão a sério? Segundo uma pesquisa realizada, o Brasil foi o 5° país que mais sofreu ataques cibernéticos no último ano, sendo apenas no primeiro trimestre um total de 9,1 milhões de ocorrências. Esses ataques são de diversas formas, desde acesso ao banco de dados de uma rede social até invasão aos sites do Governo Federal.

Além disso, é importante ressaltar que existem casos que é necessário realizar a troca da senha o mais rápido possível, como por exemplo, se você desconfiar que ela tenha sido descoberta ou se o aparelho que você realizou o acesso (computador, celular, tablet e etc.) pode ter sido invadido ou infectado por algum tipo de vírus.

Mas, a troca deverá ser realizada para uma senha forte, seguindo as dicas que demos acima. De forma resumida: evite utilizar informações pessoais e uma numeração crescente. Ou seja, nada de criar uma senha óbvia, combinado?

Como realizar a troca da minha senha do App Santander?

Para realizar a troca da sua senha do App Santander, é bem fácil e não levará 2 minutos. Para isso, você deverá fazer o seguinte:

Passo 1 – Abra o aplicativo Santander e vá na opção “Acessar sua conta”;

Passo 2 – Agora, insira o seu CPF;

Passo 3 – Clique no botão “Esqueci minha senha”;

Passo 4 – Depois, digite a senha do seu cartão e clique em “Confirmar”.

Passo 5 – Após isso, você deverá criar sua nova senha, seguindo os passos do aplicativo e as boas práticas para uma senha forte.

Passo 6 – Para concluir, clique no botão continuar e pronto, sua senha nova estará cadastrada.

Além disso, o Santander disponibiliza para você algumas dicas de segurança, como:

- Não aceite ajuda ou utilize celular de estranhos para acessar sua conta ou aplicativo Way;

- Não comunique sua senha para outras pessoas, afinal ela é pessoal e só pode ser utilizada pelo titular do cartão;

- Anote suas senhas em um lugar seguro, assim você não precisa memorizá-la;

- Ative o ID Santander no seu Smartphone e tenha mais segurança ao realizar transações financeiras.

- Gostou do conteúdo? Então fique ligado no nosso Blog, temos conteúdos semanais perfeitos para esclarecer as suas dúvidas!

| Veja também: confira como fazer a autentificação em dois fatores e saiba mais sobre a biometria facial.

Abra sua conta

 

Avalie esse artigo