Santander - Atualizações do mercado financeiro

Atualizações sobre os recentes acontecimentos do mercado financeiro

Data de publicação: 27/03/2020, às 13h09

Abaixo os últimos acontecimentos:

Acompanhando o movimento internacional, o Ibovespa registrou o terceiro pregão consecutivo de valorização, recuperando-se 22% desde as mínimas de segunda-feira, com umaalta de mais de 15% na semana. Nesta sexta, porém, o Ibovespa começou o dia em queda. O S&P500 nos EUA também valorizou-se 18% desde o ponto mais baixo, recuperando-se parcialmente após queda de aproximadamente 33% entre 19 de fevereiro e 23 de março.
 


Como já mencionamos, na semana passada houve forte redução da exposição das carteiras em diversos ativos de risco no mundo, com fluxos de saída recordes de bolsa e títulos corporativos.  Dado que os investidores já venderam volumes relevantes, menor é o montante disponível para negociações adicionais, diminuindo a pressão de baixa. Isso é o que chamamos de “limpeza técnica” dos mercados. Como contrapartida, mais caixa sobra para quando os primeiros operadores ficarem menos pessimistas. Tal limpeza técnica certamente ajudou na alta iniciada na terça-feira.


Há também a visão de que muitos ativos ficaram baratos. Mas  é impossível saber quando o ponto de mínimo destes colapsos será atingido. Porém, há um momento em que se pode inferir que os preços embutem perspectivas excessivamente negativas, não somente para o prazo de dois ou três trimestres, como é a situação de agora, mas para os 10 ou 15 anos seguintes. Diante de aparentes exageros, induzidos por pânico dos investidores e correção técnica (incluindo vendas forçadas), é que surgem as barganhas.

Sobre as medidas de socorro, sem grandes novidades nessa madrugada. Como esperado o pacote fiscal de US$ 2 tri nos EUA deve ser concluído na Câmara. Bom notar que, diferente da crise de 2008, quando os governos entraram em pânico após a primeira quebra de uma empresa relevante, desta vez houve um cenário mais precoce, e inundando o mundo de estímulos.


No Brasil, a Câmara dos Deputados aprovou ontem uma medida de renda mínima (no valor de R$ 600,00 por mês) para trabalhadores informais, desempregados e microempreendedores individuais. Agora a medida precisa ser votada no Senado. Além disso, do ponto de vista de sinalização positiva, governo e parlamentares vêm discutindo outras medidas de alívio emergencial.


Deve ser anunciada em breve a conclusão da MP que flexibiliza as relações de trabalho, com o objetivo de reduzir o número de demissões decorrentes do surto do novo coronavírus no país. De acordo com algumas notícias veiculadas na imprensa, a suspensão dos contratos de trabalho seria permitida por até 2 meses (e não 4, como originalmente previsto). Além disso, no que diz respeito à possibilidade de redução de jornada e salários (no período de três meses), o governo promoveria uma compensação financeira parcial através do seguro-desemprego. Novos detalhes devem ser anunciados pela equipe econômica nos próximos dias.

Fechamento de ontem do mercado: 

 

Ibovespa: 77.710 (+3,67%);

S&P 500: 2.630 (+6,24%);

Dólar: 5,02 (-0,26%). 

 

Data de referência dos indicadores: 26/03/2020

Expectativas futuras:

O mercado segue revisando as projeções de crescimento global para baixo, ao passo que os impactos econômicos vão sendo contabilizados e, portanto, é esperado que haja volatilidade no curto prazo. Por outro lado, a mobilização das autoridades globais, com o objetivo de adotar de medidas para estimular a economia ou de contenção do contágio do vírus, podem contribuir para algum alívio para os mercados.

 

O momento requer cautela e é importante ter uma visão de longo prazo para o cenário e o portfólio de investimentos. No longo prazo, ainda acreditamos na trajetória de crescimento do país, com inflação comportada, juros em níveis baixos e com continuidade da agenda de reformas fiscais e no ambiente de negócios. Sendo assim, estruturalmente acreditamos no potencial de valorização das classes Renda Variável e Multimercado, de acordo com o seu perfil de Investidor, ainda que no caminho tenham muitas oscilações.

Carteiras Modelo:

Em momentos como este, ter um profissional qualificado que possa apoiar sua decisão sobre seu portfólio de investimentos é ainda mais importante. Por isso, nossos estrategistas elaboram as Carteiras Modelo, que são compostas por soluções de investimentos que buscam se beneficiar em um cenário de retomada da economia, combinadas a estratégias de proteção, que objetivam diminuir os impactos de momentos adversos, como o que estamos passando. Tudo isso, considerando sempre seus objetivos e perfil de risco. Continuaremos atentos aos movimentos de mercado e estamos aqui para apoia-la (o) em qualquer decisão.


“Fonte: Valor Econômico, Estado, Globo, Gazeta do Povo, Goldman Sachs, JP Morgan, Gavekal, Capital Economics, Vital Knowledge, MCM, Pastore Associados, LCA, Bloomberg, Broadcast.”

Material publicitário

Saiba mais

Material Publicitário. Este material foi preparado pelo Banco Santander (Brasil) S.A.  e se destina a apresentar nossas projeções e estimativas, assim como algumas soluções de investimento disponíveis no Santander, não devendo ser interpretado como indicação ou recomendação de investimento. Estas projeções e estimativas não devem ser interpretadas como garantia de performance futura, pois estão sujeitas a riscos e incertezas relacionados a fatores fora de nossa capacidade de controlar ou estimar precisamente, que poderão diferir daqueles projetados. A informação contida nesse material baseia-se na melhor informação disponível, recolhida a partir de fontes oficiais ou críveis. Não nos responsabilizamos por eventuais omissões ou erros. As opiniões expressas são as nossas opiniões no momento. Não estamos obrigados a publicar qualquer revisão ou atualizar essas projeções e estimativas frente a eventos ou circunstâncias que venham a ocorrer após a data deste documento.

 

OS INVESTIMENTOS MENCIONADOS PODEM NÃO SER ADEQUADOS AOS SEUS OBJETIVOS, SITUAÇÃO FINANCEIRA OU NECESSIDADES INDIVIDUAIS. O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO API – ANÁLISE DE PERFIL DO INVESTIDOR É ESSENCIAL PARA GARANTIR A ADEQUAÇÃO DO PERFIL DO CLIENTE AO PRODUTO DE INVESTIMENTO ESCOLHIDO. LEIA PREVIAMENTE AS CONDIÇÕES DE CADA PRODUTO ANTES DE INVESTIR.

 

Os clientes que desejarem incluir ou excluir seu e-mail de qualquer um dos relatórios do departamento econômico devem encaminhar uma mensagem para economiabrasil@santander.com.br informando nome, sobrenome, endereço eletrônico, empresa e o idioma (Português ou Inglês) que deseja receber.

 

Todos os relatórios do departamento econômico do Santander são disponibilizados gratuitamente em www.santander.com.br/economia

 

Visite o nosso site!

 

© Banco Santander (Brasil) S/A. Direitos reservados.