Santander

Guia para declaração de Imposto de Renda 2021

Prazo, quem precisa declarar e quais as novas regras. Confira as novidades sobre a Declaração de Imposto de Renda em 2021.

Mais um ano fiscal começou e com isso chegou a hora de realizar a declaração de Imposto de Renda (IR). As datas e novas regras já foram divulgadas pela Receita Federal. No ano de 2021 temos algumas mudanças, já que parte da população teve acesso ao auxílio emergencial, disponibilizado pelo Governo Federal. Mas, não se preocupe. Vamos te ajudar a entender melhor como será a declaração de IR.

1 – O que é o Imposto de Renda?
O famoso IR é um tributo federal cobrado diretamente sobre o que você ganha ao longo do ano. tudo aquilo que você recebeu de renda nos últimos 12 meses: salários, férias, horas extras, benefícios do INSS, comissões, investimentos, renda de aluguéis, e etc. Dessa maneira, todo ano é necessário declarar seus ganhos e bens adquiridos. Em 2021, a declaração de Imposto de Renda deve ser realizada entre o dia 1º de março até às 23h59 do dia 31 de maio.
 
2 – Como saber se eu preciso declarar o Imposto de Renda?
É necessário realizar a declaração de IR, se você se encaixar em pelo menos um dos critérios abaixo. Mas lembre-se os rendimentos declarados levam em consideração a renda e bens tributáveis do ano de 2020.
- Ganhou mais de R$28.559,70 de renda tributável (salário, aposentadoria ou valor recebido por aluguel de imóveis).
- Ganhou mais de R$40 mil em rescisões, doações, heranças, rendimentos em poupança, Investimentos como LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letras de Crédito do Agronegócio).
- Possui imóveis ou terrenos no valor de R$300 mil ou mais.
- Obteve rendimento superior a R$145.789,50 trabalhando no campo.
- Realizou um investimento na Bolsa de Valores, sem valor mínimo ou máximo.
 
3 – Mudanças para quem recebeu auxílio emergencial
O ano de 2020 foi atípico e muitos acabaram perdendo sua fonte de renda e uma das medidas para ajudar no enfrentamento da pandemia foi o auxílio emergencial. Porém, os R$600,00 são rendimentos tributáveis e devem ser declarados.
Mas atenção, ele só deve ser declarado, para aqueles que tiveram rendimento acima de R$22.847,76 no ano de 2020. O benefício emergencial entra na categoria: Rendimentos recebidos de pessoa jurídica que está na ficha de declaração.
Quem recebeu o auxílio e obtive rendimentos acima da faixa mencionada, deverá devolver o valor recebido. Segundo dados da Receita Federal, cerca de 3 mil brasileiros se enquadram nessa situação.
 
4 – Criptomoedas na mira do Imposto de Renda
As Criptomoedas ou Bitcoins estão ganhando cada vez mais destaque ao redor do mundo. Elas são conhecidas como o “dinheiro” da internet, mas não possuem um órgão regulamentador, como por exemplo, o Banco Central.
Apesar disso, aqui no Brasil, as “moedas digitais” caíram nas garras do leão. Por isso, se você realizou a compra de alguma criptomoeda, deve informar em sua declaração.
 
5 – Como eu faço minha declaração de Imposto de Renda?
Basta preencher e enviar sua declaração, por meio de um aplicativo para celular e um programa de computador. Ambos, são disponibilizados pela Receita Federal e podem ser encontrados aqui.
 
Existem 2 modelos para declarar o IR 2021, veja quais são eles:
 
Modelo Simplicado: é indicado para quem não possui muitas despesas que são deduzíveis, como saúde ou educação.
 
Esse tipo de declaração de Imposto de Renda tem abatimento padrão de 20% sobre os rendimentos obtidos no ano de 2020. Seu abatimento é limitado ao valor de até R$16.754,34.
 
Modelo Completo: o mais indicado para aqueles com muitos gastos dedutíveis, como: planos de saúde, mensalidade escolar e dependentes.
 
Nesse tipo de modelo, também é aconselhável ser a soma de todas as deduções passar de R$16.754,34.
 
6 – Quais são os documentos e informações que devo apresentar?
Reunir antecipadamente os documentos na hora de realizar a declaração, pode ajudar, por isso, separamos uma lista para você se guiar:
 
Informe de Rendimentos: fornecido pela empresa contratante, possui dados importantes, como: valores recebidos e impostos pagos no último ano. O informe de rendimentos, também é fornecido pelo seu banco e corretora de seguros.
 
Aqui no Santander, você pode ter acesso ao informe de rendimentos no app, seguindo os passos: Menu>Informe de rendimentos
No Internet Banking, basta seguir os passos: Menu>Utilidades>Informe/Consultas
 
 
Cadastro de Dependentes: o CPF de dependentes, independentemente da idade, deve ser informado. Caso, a pessoa ainda não tenha, realize o cadastro direto no site da Receita Federal.
 
Gastos com saúde: apresente o valor pago em consultas médicas, odontológicas, exames e até internações.
 
Educação: boletos e mensalidades pagas de ensino infantil, fundamental e superior também devem ser declarados.
 
Comprovante de pagamento/recebimento de aluguel: o documento pode ser solicitado diretamente com sua imobiliária, caso você não possua vínculo com uma empresa e receba ou faça o pagamento diretamente para o locatário, os depósitos ou recibos bancários também podem ser utilizados na Declaração de Imposto de Renda.
 
Compras e vendas de bens: Se você comprou ou vendeu algum imóvel ou veículo no último ano, é necessário informar em sua declaração. Para realizar o cadastro é necessário apresentar o contrato, nota fiscal/recibo e escritura.
 
Se você fez um financiamento, é importante informar na declaração o nome do banco, valor financiado, valor da entrada, prestações e o número do contrato.
 
7 – Não fiz a declaração de IR e agora?
Caso você deixe de declarar o IR, o seu CPF poderá ficar em situação irregular. Com isso, você fica impedido de contratar serviços, pedir crédito e até mesmo participar de concursos públicos.
A não declaração também gera uma multa no valor mínimo de R$165,75, podendo chegar ao valor de 20% sobre o total de impostos devidos.
 
8 – O que é restituição e como funciona?
A restituição do Imposto de Renda é o retorno de parte do dinheiro pago pelo contribuinte à Receita Federal durante o último ano. Isso acontece quando o sistema detecta que o valor pago em impostos foi maior do que o necessário. Esse cálculo é feito para cada contribuinte e informado ao final do preenchimento da declaração.
O pagamento é realizado alguns meses após a declaração e quanto antes a sua declaração for feita e enviada, mais rápido você receberá a restituição.
Você pode receber o valor diretamente pela sua conta Santander, basta cadastrar o número da sua conta e agência.
 
9 - Como receber a restituição do Imposto de Renda na minha conta do Santander?
Para receber a restituição, basta informar sua conta corrente e agência na hora de declarar o IR. Mas lembre-se, o CPF do titular da conta deve ser o mesmo que está na declaração de imposto.
 
Seguindo essas dicas, você não terá problemas para declarar o Imposto de Renda em 2021.

Informe de Rendimentos

Baixe seu informe no App ou Internet Banking

Guia declaração Investimentos

Veja como declarar seus investimentos

Calculadora de IR Algo+

Faça cálculos de forma fácil e gere a DARF para recolhimento do IR

Abra sua conta e receba sua restituição no Santander

É rápido e 100% online, não perca tempo, faça já

No Santander você pode antecipar o recebimento da sua restituição de IR

Mais facilidade e sem burocracia, aproveite

Veja também