Modelos de rating

 

O Santander utiliza modelos próprios de rating para medir a qualidade de crédito de um cliente ou de uma operação. Cada rating está relacionado à probabilidade de inadimplência ou não pagamento, determinada a partir da experiência do banco. No Santander, os ratings são utilizados no processo de aprovação e acompanhamento do risco.


A classificação das operações de crédito em diferentes categorias é feita de acordo com a análise da situação econômico-financeira do cliente e outras informações cadastrais atualizadas frequentemente, além do cumprimento das obrigações financeiras nos termos acordados. Novas modalidades de operação são submetidas à avaliação de risco de crédito e à verificação e adequação aos controles adotados pelo banco.

 

Portanto, as classificações atribuídas aos clientes são revisadas periodicamente e incorporam a nova informação financeira disponível e a experiência desenvolvida na relação bancária. A regularidade dessas novas avaliações é elevada para os clientes que alcançam certos níveis nos sistemas automáticos de alerta e também para aqueles classificados como de acompanhamento especial. As ferramentas de rating também são revisadas para que as qualificações por elas atribuídas sejam progressivamente aperfeiçoadas.

 

 

ESCALA MESTRE DE RATINGS
      Equivalência com
Rating Interno Probability Default Standard & Poor's Moody's
9,3 0,017% AAA Aaa
9,2 0,018% AA+ Aa1
9,0 0,022% AA Aa2
8,5 0,035% AA- Aa3
8,0 0,060% A+ A1
7,5 0,090% A A2
7,0 0,140% A- A3
6,5 0,230% BBB+ Baa1
6,0 0,360% BBB Baa2
5,5 0,570% BBB- Baa3
5,0 0,920% BB+ Ba1
4,5 1,460% BB Ba2
4,0 2,330% BB/BB- Ba2/Ba3
3,5 3,710% BB-/B+ Ba3/B1
3,0 5,920% B+/B B1/B2
2,5 9,440% B B2
2,0 15,050% B- B3
1,5 24,000% CCC Caa1
1,0 38,260% CC/C Caa1/Caa2