Atualizado em Wed Jul 27 15:11:33 GMT-03:00 2022

por Equipe Santander

Você já teve aquela vontade de tornar-se independente, mas ainda não sabe como começar um negócio próprio?

Fique tranquilo, você não está sozinho. Muitas pessoas que desejam empreender não sabem muito bem por onde começar e quais os primeiros passos para tirar a ideia do papel e começar a colocar em prática.

Então, para explicar melhor e esclarecer dúvidas, preparamos esse conteúdo com as principais informações para você começar o seu próprio negócio. Aproveite!

1. Os primeiros passos

É o sonho de muita gente tornar-se independente financeiramente e ter a possibilidade de gerir seu próprio negócio e, quem sabe, se tornar uma grande empresa. Independente de qual seja o tamanho da sua ambição, assim como qualquer jornada tudo começa com o primeiro passo.

Mas para isso, é preciso estudar e elaborar um planejamento estratégico, tendo em mente o que você deseja ofertar ao mercado, quais os diferenciais do serviço ou produto apresentado, valor do custo e muito mais.

Por isso, o primeiro passo é reunir todas as informações de planejamento, para que você tenha um Norte a seguir, ao invés de ir apenas na suposição. Essa etapa é considerada a mais importante e fundamental para um negócio ter sucesso.

Claro que não podemos esquecer do planejamento financeiro, estipular o valor necessário para dar os primeiros passos na produção, locação de um imóvel, caso você tenha listado anteriormente, e todos os outros custos que estarão atrelados ao seu produto/serviço.

Todos os objetivos, metas e estratégias foram traçados? Então é o momento de seguir para o próximo passo.

2. Entenda o público-alvo

Um dos principais pontos para os negócios darem certo é a definição do público, afinal, sem consumidores, você automaticamente não lucra. Por isso, é importante estudar bem o mercado e entender o seu público.

E como posso fazer isso? Não há outro caminho senão colocar a mão na massa e realizar pesquisas. Elabore um questionário simples, mas que contenha informações fundamentais para entender o comportamento dos consumidores, assim você entenderá o problema encontrado por todos e proporcionará uma solução adequada a esse público.

Mas não se esqueça de reunir informações básicas, como idade, localização geográfica, ticket médio gasto por eles, classe social, entre outras. Com todos esses dados, você terá maior facilidade para definir o seu cliente ideal.

3. O marketing é a alma do negócio

Por mais que pareça um pouco cedo, agora é o momento fundamental de elaborar uma boa estratégia de marketing, pois não é apenas a parte visual da sua marca que será trabalhada, mas sim todo o contexto de aquisição de novos clientes.

É importante entender quais serão as redes trabalhadas para divulgação, quais estratégias serão utilizadas para abordar a clientela e é claro, por mais que muitos não saibam, o marketing está ligado diretamente a complementar o estudo de consumo do público-alvo.

Então, saiba como abordar e divulgar o seu produto, evidenciando os diferenciais que farão o público escolher o seu produto ou serviço.

4. Conheça o processo burocrático

É vital cuidar da parte burocrática do negócio após a sua organização e planejamento, e isto demonstra que a ideia saiu da mesa de desenho e se tornou uma realidade. Para evitar problemas com a empresa, é vital prestar atenção aos papéis exigidos de acordo com o negócio escolhido.

Não podemos esquecer da definição do tipo de CNPJ que você fará a abertura, tendo disponível o MEI, Pequena Empresa, Média ou Grande Empresa. Faça sua avaliação de acordo com o faturamento e quadro de funcionários e cadastre o seu CNPJ.

Sabia que o Santander possui diversas vantagens para apoiar o crescimento da sua empresa? Abra sua conta PJ agora mesmo e dê mais um passo para realizar o seu sonho.

Abra sua conta PJ

5. Analise os primeiros resultados

Do que adiantaria recolher os dados e informações sobre as vendas e gastos, se não os utilizar para entender como está indo o seu negócio no primeiro momento? Tenha o cuidado de analisar o desempenho da sua equipe e acompanhar o sucesso de cada abordagem que aplicar.

Cada processo deve ser bem gerido e avaliado quando tiver concluído a sua tarefa. O empresário que aceitar o desafio de criar um negócio a partir do zero terá de confiar na tecnologia para melhorar a precisão da sua análise.

Agora que você viu como dar os primeiros passos para abertura do seu próprio negócio é preciso escolher um banco para gerir toda a parte financeira, não é mesmo? Aqui no Santander você tem os benefícios que a sua empresa precisa para crescer ainda mais.

Abra sua conta PJ