Atualizado em 16-02-2022

por Equipe Santander

Em 2020, o Brasil registrou recorde no número de novas empresas abertas. Pois é, a crise econômica e social causada pela pandemia mostrou que pode apresentar também algumas oportunidades em um momento tão complicado. E você sabia que um dos setores que mais cresceu foi o de franquias?

No artigo de hoje, vamos entender o que é uma franquia e quais são os primeiros passos para abrir uma. Ficou curioso?

O que é uma franquia?

O termo ‘franchising’ é usado para identificar um modelo de negócio que funciona assim: um empreendedor comercializa o pacote completo da sua empresa, com o direito de uso da marca, patente, infraestrutura, know-how e direito de distribuição.

Resumindo, o proprietário da marca ou franqueador cobra pela licença do uso da propriedade intelectual de seu negócio. A partir daí, este franqueado poderá replicar o formato da empresa em diferentes unidades, em diferentes bairros, cidades, estados e até países.

Mas que tipo de empresa? Pode ser uma marca, um serviço, um produto, um restaurante... São inúmeros os segmentos que funcionam no sistema de franquia. A característica principal, na verdade, é um negócio bem sucedido. Nenhum investidor vai querer franquear uma empresa que não se sustenta, que não traz retorno financeiro. A compra foi também do sucesso da marca, a padronização de processos, de produtos e da margem de lucro, que na maioria das vezes, se repete em muitas unidades.

Franquias: para quem é indicado?

É popularmente dito que o modelo de franquias, por duplicar uma empresa bem sucedida, é indicado para os empreendedores de primeira viagem. Em outras palavras, é mais fácil para quem está começando, pois a empresa já foi testada, oferece suporte, treinamento e transferência de know-how.

A área de gestão, por exemplo, que pode ser uma dificuldade para os iniciantes no mundo corporativo, será facilitada, já que a operação é completamente copiada e transferida para a nova unidade que você está abrindo.

 

 

Contrate um empréstimo

Se está decidido a empreender, o Crédito Pessoal Santander pode te apoiar. Com ele, você pode organizar sua vida financeira e conquistar grandes sonhos.

Como abrir uma franquia?

Para começar, vale lembrar que, antes de abrir qualquer negócio, é necessário muito estudo e planejamento. Combinado? O que vamos falar aqui são algumas dicas iniciais para você que está com o pensamento em entrar no mundo empresarial.

Se você decidiu por franquias, o primeiro passo seria fazer uma autoanálise, entender o seu perfil empreendedor e, principalmente, sua capacidade de investimento.

A franquia precisa combinar com você, sua personalidade, sua visão de mundo. Além disso, o segmento também é importantíssimo. Se você não gosta de esportes, por exemplo, talvez abrir uma loja de produtos esportivos não seja a melhor escolha. Procure por algo que você se identifique.

Outro fator crucial é o financeiro. Compreenda o investimento disponível ao seu bolso. Além do valor para a compra da franquia e tudo que a envolve, é necessário um montante de segurança para os primeiros meses de funcionamento. Você não quer ser pego por um imprevisto e sem nenhum aporte monetário.

Após essas decisões, aprofunde-se no mundo das diferentes franqueadoras, o número de unidades e as franquias de sucesso que possui no grupo. Se a franqueadora tem uma operação com muitas lojas funcionando, vale a pena uma conversa presencial com um dos franqueados para saber se tudo que é prometido é realmente cumprido.

Por último, analise com cuidado a Circular de Oferta de Franquia. Sabe o que é isso? Pois lembre desse nome, você vai escutar muito falar dela. A COF é um documento que consta todas as condições para que esse negócio aconteça, como o balanço financeiro, pendências judiciais, a lista de apoio prestados e muitas outras informações cruciais. Além disso, é na COF que você terá acesso a um exemplo do contrato que irá assinar, caso feche negócio.

Se você está em busca de como abrir uma franquia com pouco dinheiro, não tenha pressa, faça pesquisas dos tipos de negócio e áreas de atuação. Existem muitas opções no mercado atual e a variação de preços é enorme. Tem para todos os gostos, bolsos e características.

Aliás, não faça nada por impulso. Nessa hora, é bom puxar o caderninho e anotar tudo sobre o negócio. Quais as vantagens e desvantagens, o que precisará ser feito, o investimento necessário, o seu entusiasmo com a ideia. É um passo importante na sua vida, então trate com cautela.

Conclusão

Como vimos no artigo, o mercado de franquias segue em expansão e promete conquistar ainda mais espaço nos próximos anos. Assim como todas as oportunidades do mercado empresarial, é preciso muito comprometimento para entender e participar desse universo sem correr riscos financeiros desnecessários.

São muitas as regras existentes e muitos pontos de atenção. Em síntese, se você colocou na cabeça e está decidido a participar do mercado de franchising, aja com cuidado e estude suas opções. Se precisar de crédito para comprar a franquia dos seus sonhos, fale com o seu gerente Santander ou veja algumas de nossas soluções aqui.