Atualizado em 16-08-2023

por Equipe Santander

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Acessibilidade

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 12
Aumentar espessura do texto A+
Aumento de espessura do texto Aa
Preto e amarelo - tema para daltônicos (WCAG 16:44:1)
Preto e branco - tema para daltônicos (WCAG 21:1)
c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Modo escuro

0:00

 / 

0:00

O número de empreendedores individuais no Brasil segue crescendo em nível acelerado há pelo menos 10 anos, segundo dados do Sebrae. Em um país que passa constantemente por dificuldades financeiras, abrir o seu negócio próprio pode ser uma alternativa interessante para ganhar mais dinheiro no fim do mês.

Porém, ainda segundo o Sebrae, 29% das Microempresas Individuais (MEIs) encerram as atividades em até 5 anos. Você faz ideia do motivo dessa grande quantidade de negócios não conseguirem arcar com as responsabilidades e precisarem fechar as portas? Uma das razões pode ser a falta de planejamento.

Empreender é desafiador, mas existem alguns conceitos básicos que todo empresário precisa conhecer para facilitar sua jornada. No texto a seguir, vamos te mostrar em poucos passos como calcular o lucro da sua empresa.

Qual a diferença entre lucro e faturamento?

Não compreender os números e resultados da sua empresa pode acarretar erros de gestão. Para que isso não aconteça, vamos distinguir de vez a diferença entre o lucro e o faturamento.

1.  Faturamento

O faturamento nada mais é do que todos os valores ganhos pelo negócio ao realizar sua atividade comercial. Ou seja, é a quantia total arrecadada com a venda dos produtos ou serviços da empresa.

Mas não para por aí. Existe o faturamento bruto e o líquido. Vamos entender a diferença entre eles.

•Faturamento bruto: o cálculo para encontrá-lo é bem simples, basta multiplicar o preço do produto ou serviço pelo total de produtos vendidos. Vamos supor que o seu negócio venda barras de chocolate que custam R$ 10 cada. No mês, você vendeu mil barras de chocolate. A conta será 10 x 1000. O faturamento bruto da sua loja será de R$ 10.000.

•Faturamento líquido: para descobrir o faturamento líquido, você vai diminuir do faturamento bruto o valor das deduções e dos impostos incidentes sobre as vendas.

Agora você já sabe como calcular o faturamento, mas pode estar se perguntando a razão disso ser tão importante para o seu negócio. Pois é, é fundamental saber o real faturamento da sua empresa, pois esse número vai dizer muitas coisas, como a porcentagem de impostos que serão pagos, além de ajudar nas contas para saber se a receita esperada nos próximos meses dará conta das despesas futuras.

Caso a sua empresa, por exemplo, esteja listada na bolsa de valores, o faturamento pode ser um indicativo para investidores se vale a pena o aporte de capital ou não.  

2. Lucro

Em poucas palavras, o lucro é o faturamento menos o valor de todas as despesas necessárias para fazer o negócio acontecer. Ainda seguindo o exemplo das barras de chocolate, o seu negócio faturou R$ 10 mil, mas existem os custos de energia elétrica, da mão de obra, da matéria prima, de todo o processo de fabricação, o preço da embalagem, do aluguel, dos salários da internet... Só após subtração de todas as despesas, você chegará no valor do lucro da sua empresa.

No entanto, também existem dois tipos de lucro, o normal e o econômico.

•Lucro normal: a quantia que a empresa precisa para manter suas operações para operar sem problemas, pagando suas despesas e sem correr riscos de quebrar.

•Lucro econômico: a receita total menos todos os seus custos. É o valor que sobra na conta da empresa após excluir todas as despesas, o excedente. E é ele um dos principais fatores para considerar a saúde financeira de um empreendimento.

E como calcular o lucro de uma empresa?

Resumidamente, o faturamento é todo o valor que entra na empresa. O lucro é o resultado dessa receita menos os gastos do negócio.

Com essa definição, fica fácil concluir que a fórmula para chegar no valor do lucro de uma empresa é:

Lucro = faturamento total – custo total

Por exemplo: seu negócio venceu R$ 10 mil em barras de chocolate no último o mês. Entre os gastos com a compra de chocolate, de embalagem, energia, aluguel, produção e todos os outros, a empresa gastou R$ 6 mil. Assim, a loja teve um lucro líquido de R$ 4 mil.

Está tendo problemas com a gestão da sua empresa?

Se você está começando seu próprio negócio, deve estar sentindo na pele a dificuldade de empreender. Porém, existem ferramentas que ajudam bastante esse processo, como o simples fato de abrir uma Conta PJ para a sua empresa. O controle do fluxo de caixa, por exemplo, se tornará em uma tarefa bem mais fácil.

Separar suas finanças pessoais da do seu negócio é fundamental, por isso é importante ter uma conta PJ. Veja as vantagens de abrir no Santander.

Abrir Conta PJ

Avalie esse artigo