Atualizado em 30-04-2024

por Equipe Santander

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Acessibilidade

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 12
Aumentar espessura do texto A+
Aumento de espessura do texto Aa
Preto e amarelo - tema para daltônicos (WCAG 16:44:1)
Preto e branco - tema para daltônicos (WCAG 21:1)
c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Modo escuro

0:00

 / 

0:00
Na imagem, lê-se a frase 'Concurso público: dicas para se preparar' ao lado de uma ilustração de um homem com um laptop sentado em frente a uma mesa. Atrás dele, há uma janela e uma luminária ao lado.

Dedicação, tempo de estudo, disciplina e organização são apenas alguns dos pré-requisitos para se preparar para concursos públicos. Atraente por sua conhecida estabilidade profissional e financeira, a carreira pública é de fato bastante concorrida no Brasil, exigindo bastante esforço e uma boa estratégia.

Principalmente para os concurseiros de primeira viagem, é comum que muitas dúvidas surjam, como: por onde começo a estudar? Quais matérias devo priorizar no início? Como posso me planejar?

Por isso, separamos algumas dicas e estratégias bastante funcionais para você se preparar para diferentes provas de concurso público e se planejar de forma inteligente e eficaz. Vamos lá?

Como funciona um concurso público?

Caso você ainda esteja decidindo participar de uma seleção para cargos públicos, é importante entender melhor sobre ele. O concurso público é um processo seletivo de candidatos para cargos em órgãos governamentais, sejam municipais, estaduais ou federais.

A proposta do concurso é fazer a seleção de forma igualitária entre os candidatos e encontrar os mais qualificados para cada função. Depois que é autorizado pelas Secretarias de Planejamento no caso dos órgãos municipais e estaduais e pelo Ministério da Economia na esfera federal, o concurso já pode publicar seu edital.

Assim, o concurso público é normalmente dividido pelas seguintes etapas:

- Edital: É o documento oficial do concurso que constam todas as regras, critérios de seleção e informações como o que deve ser estudado por área de atuação. Nele os candidatos se informam quanto o perfil para cada vaga, etapas do concurso; como funciona o sistema de avaliação e aprovação e o número de vagas e salários correspondentes;

- Inscrição: Etapa de cadastro no concurso dentro do prazo informado no edital, que pode ser feita pela internet ou nos pontos sinalizados na documentação oficial;

- Provas: O formato de avaliação dos candidatos pode variar entre provas escritas dissertativas, objetivas, múltipla escolha de título e aptidão física – de acordo com as exigências do cargo descritas no edital;

- Avaliação: As provas são corrigidas pela banca examinadora, grupo de profissionais responsáveis por organizar todo o concurso e definir os candidatos aprovados;

- Nomeação: Listagem de nomes aprovados no concurso público, sendo o primeiro colocado o primeiro nomeado;

- Convocação: Em seguida, os candidatos são convocados a assumir o cargo, que devem entregar os documentos exigidos no prazo;

- Posse: Concluídas as etapas anteriores, o candidato recebe a posse do cargo, com direitos e deveres de um servidor público.

Leia também: Calculadora dos Sonhos: saiba quanto guardar para alcançar seu objetivo

Como se preparar para concursos públicos?

A preparação para concurso envolve muitos aspectos, inclusive estratégias de estudo que podem variar de uma pessoa para outra. Mas de forma geral, listamos as principais dicas que podem ser aplicadas para os mais diversos tipos de concursos e perfis profissionais:

1 - Identifique sua área de atuação: A primeira grande dica é começar a jornada certo da área que pretende seguir e prestar o concurso. Cada uma delas tem suas peculiaridades que são refletidas nas provas, o que vai fazer a diferença na hora de estudar – além de ser a carreira que deve seguir por um bom tempo ao ser aprovado. Entre os principais concursos você vai encontrar carreiras fiscais, administrativas, na educação, área da saúde, carreiras policiais e do Direito.

2 - Analise outros editais: Antes mesmo de sair o edital do concurso que deseja – que normalmente sai a apenas 3 meses da data da prova –, leia e estude com atenção os editais de outras seleções, já realizadas e futuras, onde você vai entender com mais clareza sobre as regras, atribuições do cargo, prazos e principalmente o que geralmente é cobrado durante as seletivas.

3 - Crie um plano de estudos: Começar a estudar sem uma estratégia traçada pode atrapalhar e te dispersar ao longo do processo. É possível que você leve um longo período para se preparar, então, a organização será uma grande aliada. Liste as matérias que precisa estudar e foque no tema da área escolhida.

4 - Monte um cronograma para estudar: Principalmente se você decidir estudar sozinho, é importante definir um ritmo de estudo e ter horários organizados para conciliar com outros compromissos. O ideal é dedicar um tempo regular todos os dias para estudar, garantindo tempos de pausa e descanso.

5 - Escolha materiais adequados: Um bom desempenho nos estudos também passa pelos materiais utilizados, que devem estar atualizados e serem específicos para a área escolhida. Você pode incluir livros, apostilas, videoaulas e até participar de fóruns e cursos presenciais para interagir com outros candidatos.

Leia também: Quais as melhores bolsas e incentivos para um universitário?

6 -Concilie tipos de estudo: Uma boa forma de absorver o conteúdo é mesclar a leitura e anotações com exercícios, provas práticas e simulados. Assim, você se familiariza com o formato dos testes e encontra características e pontos comuns exigidos pela banca. Reúna as questões erradas e corrija-as.

7 -Seja paciente: Entender que o preparo para concursos públicos é uma meta de médio a longo prazo é fundamental para manter em dia sua saúde emocional. Dedique-se de forma organizada, com objetivos realistas que não vão se tornar um fardo, mas sim um processo para uma conquista.

8 -Tente fugir das distrações: O período de preparo para um concurso exige disciplina, e isso inclui mudar um pouco a rotina e se livrar de tudo que pode ser uma distração. Converse com amigos e a família, para que entendam e respeitem seu tempo de estudos e opte por locais silenciosos e sem estímulos, com o celular desligado ou no silencioso.

9 -Tenha tempo para descanso: Estudar incansavelmente por horas a fio pode não ser a melhor ideia nessa jornada de preparação. É importante ter pausas regulares e ao menos um dia livre para encontrar os amigos, ver um filme e descansar. Não deixe de priorizar o sono e uma boa alimentação ao longo do processo.

10 - Mantenha o foco: É possível que durante o preparo venha o desânimo e manter o foco e a motivação se tornam um grande desafio para os candidatos. Por isso, vale a pena trazer à mente o que o levou até ali, como a carreira que planeja seguir vai satisfazê-lo profissional e pessoalmente, considerando a estabilidade que aquele cargo pode trazer.

Quanto tempo vou precisar estudar para concurso público?

O tempo dedicado aos estudos pode variar muito, principalmente de acordo com a área escolhida e cargo desejado. Mas de forma geral, é importante começar a estudar com antecedência, considerando os editais disponíveis e as matérias previstas pelo menos seis meses antes da prova.

Para concursos de áreas mais complexas, o tempo de estudo pode variar de um a dois anos, às vezes até mais. De toda forma, o tempo de estudo geralmente não é mais importante que sua qualidade. Por isso, montar um plano estratégico de estudos é fundamental para absorver bem tudo o que é necessário para a sua respectiva prova, considerando exercícios práticos, simulados e prática de redação.

Como organizar as finanças enquanto me dedico para concurso público?

É possível que muitos concurseiros deixem trabalhos formais ou, desde a saída da faculdade, se dediquem integralmente ao preparo para a prova. E neste cenário, como deixar as finanças organizadas e as contas no azul?

Para que isso não se torne uma preocupação extra no período de estudos, algumas práticas são muito bem-vindas para se preparar financeiramente. Olha só:

- Planeje-se para o período: As etapas de um concurso público podem ser demoradas, e todo o tempo de estudos precisa ser previsto para definir quanto dinheiro se deve guardar. Lembre-se de considerar o período de nomeação até a convocação para o cargo.

- Crie uma reserva: Antes mesmo do período de preparação, tente guardar o máximo de dinheiro que puder. Se for o caso de deixar de trabalhar, é importante montar essa reserva pelo menos um ano antes.

- Reduza os gastos: A preparação para concurso é uma escolha que vai demandar alguns sacrifícios, inclusive financeiros. Por isso, é ideal evitar gastos desnecessários e enxugar o orçamento na medida do possível.

- Escolha investimentos seguros: Títulos de renda fixa, além da Poupança e Tesouro Direto são alguns exemplos de possíveis investimentos seguros que protegem o patrimônio contra a inflação e garantem a manutenção do poder de compra – ideal para um tempo em que não haverá outros ganhos financeiros.

Para se organizar bem para esse período, com a conta Santander você encontra diversas funcionalidades para deixar sua vida mais prática, com tudo sempre à mão pelo App Santander e App Way. Quer saber mais e já aproveitar?

Abra sua conta

Avalie esse artigo