Atualizado em 19-01-2024

por Equipe Santander

Acessibilidade

Tema para daltônicos

Modo escuro

0:00

 / 

0:00
Na imagem, há a ilustração de um navio junto à frase ‘Quais documentos levar em um cruzeiro?’.

Fazer um cruzeiro é uma ótima opção para quem quer ter uma experiência diferente nas férias. Além da possibilidade de conhecer diferentes destinos em uma mesma viagem, a estrutura do navio proporciona momentos de lazer, bem-estar e até de cultura.

Embora o cruzeiro seja uma maneira relaxante de recarregar as energias, preparar-se para ele pode ser estressante – principalmente se você não tiver em mãos todas as informações e documentos obrigatórios.

Então, confira a documentação necessária para passar suas férias em alto mar e entenda se você precisa de passaporte e visto para o embarque.

Quais documentos preciso para fazer um cruzeiro?

Se o seu embarque e circuito do cruzeiro vão acontecer em território nacional, você vai precisar de apenas um dos seguintes documentos:

- Carteira de identidade (RG) expedida pela Secretaria de Segurança Pública em um dos estados brasileiros, com emissão máxima de até 10 anos ou em bom estado;

- Carteira nacional de habilitação (CNH), física ou digital;

- Carteira de identidade emitida por Conselho ou Federação de categoria profissional;

- Licença de piloto, comissário, mecânico de voo e despachante operacional de voo emitida pelos órgãos federais e comandos das forças armadas;

- Passaporte nacional validade mínima de 6 meses a partir da data de desembarque.

Ou seja, dentro do Brasil, não é obrigatório que você tenha o passaporte para fazer um cruzeiro – ainda que ele seja um dos documentos aceitos e com a mesma importância dos demais em território nacional.

As condições mudam em cruzeiros internacionais, como vamos explicar a seguir.

Então, preciso de passaporte para cruzeiros internacionais?

Se a sua viagem tiver embarque ou as paradas fora do país, a resposta é sim: você precisa apresentar um passaporte válido. A exceção fica para cruzeiros saindo do Brasil que passam pela Argentina e Uruguai, pois são países que aceitam a apresentação do RG. Ainda assim, as entidades de turismo recomendam que se tenha em mãos tanto o RG como o passaporte para ingressar no navio.

Logo, em todas as viagens internacionais – como é o caso das travessias transatlânticas por exemplo, que partem de um continente para outro – é exigida a apresentação do passaporte.

Insubstituível para qualquer viagem internacional, incluindo os cruzeiros, o passaporte deve estar com o prazo de vencimento de no mínimo 6 meses contando a partir da data do retorno ao Brasil, e estar em boas condições para o embarque.

#FiqueLigado! No embarque de cruzeiros internacionais, o navio retém o passaporte de cada passageiro, a ser devolvido no final da viagem. Não se assuste: isso é feito por questões de logística para facilitar a imigração pelo porto. Portanto, para não ficar sem documentação ao longo da viagem, é ideal levar uma cópia desse documento e o RG.

Leia também: Como tirar o passaporte pela primeira vez?

E para fazer cruzeiro internacional precisa de visto?

No cenário de um cruzeiro internacional que vai parar em países que exigem o documento, também é necessário ter o visto para o embarque.

Na prática, a maioria dos países não pede visto para os viajantes de cruzeiros internacionais. Destinos na América do Sul, Europa e Caribe, por exemplo, não exigem o documento obrigatoriamente. Por outro lado, destinos bastante procurados para as férias em alto mar pedem o visto como requisito mínimo. São eles:

Estados Unidos (saiba como tirar o seu)

- Cuba

- Canadá

- Porto Rico

- Ilhas Virgens Americanas

- Austrália

- China

- Japão

- Catar (e outros países do Oriente Médio)

Importante ressaltar que os requisitos de documentos e vistos podem ser alterados pelos governos dos países envolvidos a qualquer momento.

#DicaSantander: Para evitar contratempos e garantir uma viagem tranquila, é recomendado que você certifique antes do embarque as informações atualizadas sobre a documentação adequada, diretamente com os consulados dos países de destino.

Você vai querer ler: Tudo que você precisa saber antes de viajar para fora do Brasil

Qual tipo de visto tirar para viajar em um cruzeiro internacional?

Além do visto convencional, alguns países oferecem vistos especiais para quem viaja pelo mar, como a Autorização Eletrônica de Viagem (também conhecida pela sigla eTA – Eletronic Travel Authorization). Ela é solicitada online pela embaixada do país e normalmente fica disponível em pouco tempo.

O Canadá é o único país que exige que os passageiros tirem o visto tradicional de turismo para desembarcar de navio por lá. O eTA só é aceito pelos canadenses em entradas pelo ar ou terra.

Agora que você já sabe as condições para fazer um cruzeiro nacional e internacional, é hora de se preparar para sua viagem! Lembre-se que outro requisito obrigatório para quem vai sair do Brasil é o seguro-viagem. Simule os pacotes do Santander e embarque nas suas férias em alto mar com tranquilidade.

Simular seguro

E se o desembarque for em outro país e você precisar comprar ou transferir moedas estrangeiras, aproveite esse momento e faça isso pelo Santander: além de encontrar cerca de 300 caixas eletrônicos para retirada de câmbio, você também pode fazer transferências internacionais de forma 100% digital.

Remessa Global

 

 

Avalie esse artigo