Atualizado em Mon Jul 18 14:26:36 GMT-03:00 2022

por Equipe Santander

Você já deve ter recebido em seu WhatsApp uma ótima proposta para comprar algum item em promoção com um preço muito abaixo do mercado, uma nova oportunidade de trabalho em uma grande empresa, ou uma mensagem de um conhecido pedindo dinheiro emprestado para conseguir pagar uma conta.

Apesar de parecerem situações reais, muitas pessoas ainda acabam sendo vítimas de golpes que começam com essas abordagens pelo WhatsApp. Para isso, veja algumas ações que podem ser tomadas e para evitar cair nesse tipo de armadilha.

Como funciona o golpe do WhatsApp

Os golpes aplicados pelas quadrilhas são diversos e podem variar de usuário para usuário, mas geralmente a dinâmica é a mesma. Os golpistas enviam alguma informação que seja do seu interesse e as vezes até se passando por um conhecido, e para acessar o conteúdo enviado, é necessário clicar em um link ou passar alguma informação. É nesse momento que seus dados são capturados.

Para entender melhor, listamos três principais abordagens destes golpes que tem afetado uma parcela da população.

1.    Consulta do valor a receber no Banco Central

Esse tem sido um dos principais golpes aplicados atualmente. Com a notícia divulgada no começo do ano que o Banco Central estava disponibilizando uma consulta de possíveis valores a receber, os golpistas logo desenvolveram um formato de conseguir hackear as informações dos usuários.

Os criminosos criam contas falsas no WhatsApp e enviam um link que direciona o usuário para uma página falsa do Banco Central para que sejam realizadas as consultas dos valores e se existe algo a ser sacado. Quando o usuário clicar e preencher os dados, as informações caem para os golpistas que utilizam para realizar compras online, tentativa de empréstimos, entre outros.

2.    WhatsApp clonado

Os golpistas entram em contato com o usuário em nome de uma empresa renomada no mercado, oferecendo descontos incríveis em diversos produtos que sejam do seu interesse ou até mesmo oferecendo novas oportunidades de trabalhos com altos salários.

Durante a troca de mensagens, o golpista solicita um código de confirmação enviado por SMS de 6 dígitos ao celular da vítima. Esse código é a confirmação em duas etapas do aplicativo, utilizado para proteger sua conta. É nesse momento que, quando a vitima compartilha o código com o golpista, a conta de WhatsApp do usuário é capturada e instalada no celular do criminoso com todos os seus contatos.

3.    Contas duplicadas

Outra forma de golpe é a utilização de contas falsas para enganar os seus contatos. O golpista faz uma nova conta WhatsApp e registra como se fosse da própria vítima, replicando o nome, foto do perfil e o status. Depois contata os membros da família, amigos e outros contatos, alegando ter "mudado de número" e solicitando dinheiro, geralmente por problemas aparentemente urgentes.

E como eu posso me prevenir?

Diversas ações podem e devem ser adotadas pelos usuários do aplicativo, afinal, o próprio WhatsApp disponibiliza funcionalidades que podem ser utilizadas a seu favor para proteger-se contra esses golpes. Vejam algumas possibilidades:

●    Ativar a confirmação em duas etapas e ter um endereço de e-mail cadastrado para recuperar o código, caso você esqueça. 
●    O código de 6 dígitos de confirmação em duas etapas nunca deve ser partilhado com ninguém.
●    Verifique se a imagem de perfil do contato está ligada a um contato salvo no seu dispositivo.
●    Confirme com o seu contato por ligação (não pelo aplicativo) se ele realmente mudou de número antes de fazer qualquer coisa, como uma transferência ou depósito. E sempre desconfie desse tipo de abordagem!
●    Cuidado com links que chegam por WhatsApp com promoções muito boas para serem verdade e as vezes com tom de urgência. Evite clicar em links desconhecidos!

Como ativar a confirmação em duas etapas?

É bem simples, basta seguir o passo a passo:

1.    Abra o WhatsApp e toque em Configurações.
2.    Toque em Conta > Confirmação em duas etapas > Ativar.
3.    Insira um PIN de 6 dígitos e, em seguida, confirme-o.
4.    Insira um endereço de e-mail ao qual você tem acesso ou toque em Pular se não quiser adicionar um endereço de e-mail. Recomendamos que você adicione um endereço de e-mail para que você possa redefinir a confirmação em duas etapas e manter sua conta segura.
5.    Toque em Avançar.
6.    Confirme o endereço de e-mail e toque em Salvar ou OK.

Fonte: FAQ WhatsApp

É importante manter-se atento sobre os conteúdos que você recebe no WhatsApp e o recebimento de qualquer mensagem suspeita, para evitar cair nesses tipos de golpes e manter uma vida online saudável para você e sua família.

Quer saber mais como proteger sua conta e como o Santander trabalha para manter sua vida online segura? Confira aqui.