Atualizado em 04-10-2023

por Equipe Santander

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Acessibilidade

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 12
Aumentar espessura do texto A+
Aumento de espessura do texto Aa
Preto e amarelo - tema para daltônicos (WCAG 16:44:1)
Preto e branco - tema para daltônicos (WCAG 21:1)
c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Modo escuro

0:00

 / 

0:00

Se você já teve a oportunidade de viajar ao exterior, precisou comprar dinheiro do país de destino para usar na sua viagem, certo? Essa operação de compra de moeda estrangeira é o que chamamos de câmbio. Para dar um exemplo, se você for para os Estados Unidos, terá que adquirir o dólar – da mesma maneira que se um estadunidense decidir visitar o Brasil, ele terá que comprar reais para o seu tempo no país.

Resumidamente, câmbio é uma operação financeira caracterizada pela troca da moeda de um país pela moeda de um outro.

Quais as operações de câmbio mais comuns?

Atualmente, são três as operações que acontecem com mais frequência entre pessoas físicas e jurídicas também:

• Câmbio para turismo

Esse foi o exemplo que citamos no começo do texto. Quando uma pessoa compra moeda de um país estrangeiro para viajar, a trabalho ou a turismo. O alerta é sempre prestar atenção e garantir que está fazendo a compra com uma instituição de câmbio autorizada.

• Remessas pessoais

Existe uma série de situações em que você pode acabar precisando enviar dinheiro para o exterior. Por exemplo, se um filho seu está fazendo intercâmbio e você deseja enviar uma certa quantia para cobrir os custos dele, você pode enviar dinheiro para o exterior através de uma transferência internacional.

Aqui no Santander você faz transferências internacionais de forma rápida, segura e 100% digital!
 

Transferência Internacional
 
 

• Importação e exportação

Aqui o foco está nas transações entre negócios. Se uma empresa faz transações comerciais com empresas estrangeiras, o câmbio é a forma de pagar ou receber pelos seus compromissos.

O que é a taxa de câmbio?

Segundo o Banco Central, a taxa de câmbio é o preço, em moeda nacional, de uma unidade de moeda estrangeira.

Como são definidas as taxas de câmbio?

Quem define como a taxa de câmbio será calculada é o governo de cada país. No Brasil, a tarefa fica por conta do Banco Central, e existem duas maneiras de fazer isso: com o câmbio fixo ou flutuante.

Caso o governo escolha o câmbio fixo, o Banco Central define qual o valor de cada moeda estrangeira em reais. No Brasil, o Banco Central optou pelo câmbio flutuante, ou seja, os valores dependem da Lei da Oferta e Demanda nas negociações do mercado. Em outras palavras, quanto maior a procura por uma moeda, mais o preço dela sobe enquanto a moeda nacional desvaloriza (a mesma lógica se aplica no movimento inverso).

Investimentos em Câmbio

O câmbio é uma das alternativas mais procurada por investidores ao redor do mundo. O real, nossa moeda nacional, costuma sofrer com desvalorização rapidamente, quando comparada com moedas mais fortes, como dólar e euro.

Por essa razão, é de comum encontrar investidores que alocam recursos nas moedas estrangeiras.

O mercado de câmbio

Para concluir, percebemos que existem diferentes tipos de operações de câmbio além da simples compra de moeda estrangeira em espécie, como por exemplo:

  1. As transferências, pagamentos e recebimentos com cartões internacionais;

  2. As transferências financeiras internacionais;

  3. A compra e venda de moedas estrangeiras;

  4. Os investimentos em moedas estrangeiras.

 

Avalie esse artigo