Atualizado em 24-03-2022

por Equipe Santander

Quem já se interessou pelo mercado financeiro ou está pensando em investir já deve ter lido ou escutado falar sobre “Perfil do Investidor” – uma análise feita pelas instituições financeiras para saber melhor sobre seus objetivos financeiros antes de começar a investir.

Com ele, você entende melhor o seu momento de vida, suas prioridades e a forma como você lida com às suas finanças. Mas, você sabe qual é o seu perfil e como ele pode te ajudar a alcançar os objetivos que deseja?

No conteúdo que preparamos abaixo, vamos te explicar esse e outros pontos para você fazer escolhas inteligentes na hora de investir e poder melhorar a rentabilidade do seu dinheiro.

Perfil do Investidor: o que é?

O Perfil do Investidor nada mais é que um termo criado para classificar pessoas que desejam se tornar investidores, ou seja, que querem aplicar seu dinheiro em diferentes produtos financeiros.

Aqui no Brasil, ele é uma exigência da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Por isso é obrigatório que todas as instituições financeiras disponibilizem um formulário para quem quiser fazer investimentos. Assim, a CVM entende que as instituições poderão oferecer aos seus clientes produtos de investimento mais adequados e de acordo com cada perfil. 

Como funciona?

Para descobrir o seu perfil, você precisa responder um questionário. Mas, não se preocupe! As perguntas são fáceis e fazem parte de uma análise para entender qual o seu momento de vida, o que você pretende obter com o valor investido, qual seu apetite para risco, como você lida com as oscilações do mercado, entre outros aspectos.

A partir dos resultados obtidos no questionário, você será direcionado a uma lista de produtos adequados aos seus interesses e que combinem com o seu perfil de investidor.

Lembrando que esse perfil pode mudar. Por isso, o ideal é que você refaça essa avaliação de tempos em tempos. Assim, você receberá sugestões mais adequadas aos seus interesses atuais.

Aqui no Santander, você consegue descobrir o seu perfil de maneira rápida e fácil pelo App Santander ou Internet Banking, mas para isso, você precisa ser nosso cliente.

Se você ainda não tem conta com a gente e quer se tornar cliente, basta clicar no botão e abrir sua conta agora mesmo! O processo é rápido e 100% digital.

Abrir conta

Quais são os tipos de Perfil do Investidor?

No mercado financeiro, as instituições costumam seguir os perfis que foram definidos pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) que são: conservador, moderado e arrojado.

Conservador

Esse é um tipo de investidor que busca segurança. Como o próprio nome já diz, ele possui um perfil de quem tem baixa tolerância ao risco. Por isso, procura aplicações que ofereçam menos volatilidade e mais previsibilidade. Além disso, esse tipo de investidor não vê problema em investir em um produto com menor possibilidade de rentabilidade, ou seja, de menor retorno financeiro.

Moderado

Nesse caso, vemos investidores que já possuem maior tolerância ao risco, mas que gostam de manter o pé no chão. Ou seja, esse tipo de investidor busca equilíbrio. Aceita o risco até certo ponto, ao mesmo tempo que procura opções de investimento com uma rentabilidade maior. Sem abrir mão da segurança.

Arrojado

Quem se identifica com esse perfil, normalmente é um investidor que já possui conhecimento sobre o mercado financeiro. Seu objetivo é ter maior rentabilidade nos produtos que escolhe, por isso está disposto a correr riscos. Na sua carteira de investimentos, ele terá produtos que vão desde a renda fixa, até ações na Bolsa de Valores.

#Dica: Em algumas instituições, é comum você ver um quarto perfil, que seria o agressivo. Porém, para muitos ele se iguala ao arrojado. Em outros casos, algumas categorias podem ter outros nomes, mas no final elas correspondem aos mesmo objetivos: categorizar o investidor e oferecer produtos financeiros adequados.

Agora que você já sabe o que é e para o que serve o Perfil do Investidor, não esqueça de descobrir o seu.

Se quiser, pode aproveitar também para conferir outros conteúdos sobre investimentos:

| Como fazer uma reserva de Emergência?

| Onde investir a sua reserva de emergência?

| Conheça 6 investimentos com isenção no imposto de renda

| O que são LCI e LCA?


Fonte: Anbima

“Todo conteúdo desta publicação foi tirado das fontes aqui informadas. Esse blog possui caráter informativo, não representando a opinião, recomendação ou posicionamento formal do Santander ou das empresas de seu conglomerado"