Atualizado em 05-07-2024

por Equipe Santander

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Acessibilidade

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 12
Aumentar espessura do texto A+
Aumento de espessura do texto Aa
Preto e amarelo - tema para daltônicos (WCAG 16:44:1)
Preto e branco - tema para daltônicos (WCAG 21:1)
c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Modo escuro

0:00

 / 

0:00
Na imagem temos um texto à direita com a frase 'Entenda o ponto facultativo'. Já à esquerda, temos uma ilustração que representa um homem de blusa vermelha sentado em uma mesa mexendo no computador.

Toda pessoa que trabalha no sistema da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) já ouviu falar no termo “ponto facultativo”, frequentemente utilizado em contextos relacionados a feriados e dia de descanso. Apesar de ser bastante popular, muitas pessoas não compreendem completamente o que ele significa e como isso pode afetar o salário desses profissionais.

Para tirar todas essas dúvidas, vamos explorar o que é o ponto facultativo no texto a seguir, explicando o seu funcionamento, suas implicações e se existe a possibilidade do salário ser descontado dos trabalhadores.

O que é o Ponto Facultativo?

O ponto facultativo nada mais é do que uma prática em que o empregador concede aos seus trabalhadores a opção de não trabalhar em determinados dias, mesmo que a empresa esteja aberta. Esses dias, em geral, são vinculados a feriados nacionais, regionais ou locais, como carnaval, feriados religiosos ou datas comemorativas específicas de cada localidade.

Lembrando que o empregador pode ser um empresário ou até mesmo um governo, que libera do trabalho os funcionários públicos naquele dia. Porém, é fundamental destacar que no serviço público, os pontos facultativos são sempre tratados como feriado comum.

Ao ser confirmado o ponto facultativo, no setor privado, os funcionários podem escolher se desejam trabalhar ou tirar o dia de folga, sempre seguindo as políticas da empresa e o que foi acordado com o empregador. É possível, inclusive, que a empresa decida manter um número mínimo de funcionários de plantão para garantir a continuidade das operações essenciais. Ou seja, uma boa conversa com o chefe e bom senso é o suficiente para que tudo aconteça como ficou decidido.

Leia também: Qual a diferença entre aposentadoria e benefício de prestação continuada?

O ponto facultativo afeta o salário?

A relação entre o ponto facultativo e o salário dos trabalhadores é um tema importante a ser considerado. Em geral, os funcionários que optam por trabalhar em um dia de ponto facultativo têm direito ao pagamento integral, como se fosse um dia de trabalho regular.

Por outro lado, se um funcionário optar por tirar o dia de folga durante um ponto facultativo, o salário pode ser afetado, uma vez que esses dias não são considerados dias de trabalho efetivo. Nesse caso, a empresa pode descontar o valor correspondente ao dia não trabalhado.

Aqui, mais uma vez, é fundamental o diálogo entre os trabalhadores e o empresário para que fique decidido a obrigatoriedade ou não do dia de trabalho, se o salário será descontado ou não, a necessidade da compensação de horas, além de qualquer outra dúvida.

Qual a diferença entre ponto facultativo e feriado?

A diferença básica entre os dois é a obrigatoriedade. O ponto facultativo, como explicamos anteriormente, ficará a cargo do órgão público ou da empresa tomar a decisão se haverá expediente. Por outro lado, no feriado o descanso é obrigatório, as atividades precisam ser interrompidas. Com exceção, claro, dos serviços essenciais.

Ah, e se você trabalha em uma área essencial/emergencial, como a da saúde, saiba que o pagamento pelo dia de trabalho deve ser feito em dobro.

Também é importante destacar que nos feriados, não há descontos no salário mensal ou necessidade de compensação de horas.

Leia também: Salário mínimo: o que é e como é calculado?

O ponto facultativo é uma prática que dá aos funcionários a opção de escolher se desejam trabalhar ou tirar o dia de folga em datas específicas. O salário dos trabalhadores pode ser afetado se optarem por não trabalhar durante um ponto facultativo, mas tudo depende do que foi acordado com o empregador.

Portanto, é essencial entender as políticas da empresa em relação ao ponto facultativo e feriados para evitar surpresas em relação ao salário. Certifique-se de consultar seu contrato de trabalho e o regulamento interno da empresa para obter informações específicas sobre como o ponto facultativo é tratado em seu local de trabalho.

Receba o seu salário no Santander

Lembre-se sempre: você não precisa receber seu salário no mesmo banco que sua empresa efetua os pagamentos. Se você preferir, faça a portabilidade e traga o seu salário para o Santander, sem custo adicional.

Pedir portabilidade

 

Avalie esse artigo