Atualizado em Fri Apr 22 13:57:49 GMT-03:00 2022

por Equipe Santander

A renegociação do Fies começou em março deste ano. De lá pra cá, cerca de 127 mil beneficiários do programa já deixaram para trás os débitos com o financiamento estudantil.

Mas, ainda existem vários ex-estudantes que estão inadimplentes, infelizmente.

Por isso, o Governo Federal abriu a renegociação do Fies 2022, como forma de recuperar parte dos R$ 9 bilhões devidos em parcelas não pagas. O prazo para realizar a renegociação vai até 31 de agosto deste ano.

Os estudantes que estão com as parcelas do Fies atrasadas podem renegociar suas dívidas

e conseguir descontos de até 92% do valor total da dívida.

Quer saber como renegociar sua dívida com o Fies e ficar em dia com sua vida financeira? Vem com a gente!

O que é o Fies?

Antes de falarmos sobre como renegociar sua dívida do Fies, é preciso voltar um pouco e explicar: o que é o Fies.

O Fies é o Fundo de Financiamento Estudantil, um programa do Ministério da Educação no qual o Governo Federal paga as mensalidades de estudantes de graduação em instituições privadas de ensino superior, enquanto eles estão cursando a faculdade.

Essa linha de crédito pode ser só de um valor parcial da mensalidade ou do valor integral. E não é preciso financiar todos os semestres da graduação.

Assim, o Fies é um facilitador do pagamento das mensalidades da faculdade pelos estudantes. E para ser aceito no Fies, é preciso seguir alguns critérios, como:

  • ter renda familiar bruta de até 5 salários mínimos;

  • ter participado de uma edição do Enem a partir de 2010;

  • ter atingido desempenho mínimo de 450 pontos no Enem;

  • não ter zerado a redação do Enem.

Após a formatura, existe um período de carência, e é só depois desse período que o estudante começa a pagar o empréstimo mensalmente ao banco, com juros mais baixos do que nos financiamentos privados. 

E é nesse momento que o bolso aperta para boa parte dos estudantes. Porque uma hora a fatura do Fies chega!

Renegociação Fies: veja como renegociar as dívidas do seu financiamento

Imagine a seguinte situação: você é um ex-estudante que acabou de se formar e agora precisa arcar com as dívidas do seu financiamento do Fies.

Como os últimos anos não foram fáceis para ninguém, fazendo com que o endividamento crescesse, o Governo Federal abriu programas de renegociação do Fies, já que não é possível renegociar a dívida individualmente nos bancos.

Atualmente, o saldo devedor do Fies chega a 106 bilhões de reais. E é por isso, que a renegociação do Fies 2022 era tão aguardada pelos ex-estudantes.

Quem pode renegociar o Fies?

Serão negociadas as dívidas dos estudantes que formalizaram a contratação do Fies até o segundo semestre de 2017, e que estejam com atrasos de mais de 90 dias no pagamento das parcelas.

Quais serão os descontos?

A renegociação do Fies vai permitir a concessão de desconto dos juros e multas, troca ou oferta de garantias e o parcelamento de débitos do financiamento estudantil.

Para atraso superior a 360 dias

Está previsto o desconto de 92% da dívida para os estudantes que estão no Cadastro Único ou foram beneficiados com o Auxílio Emergencial.

Para atraso superior a 90 dias

Quem quitar a dívida integralmente terá até 12% de desconto sobre o saldo devedor. Outra possibilidade prevista é o parcelamento das dívidas em até 150 meses, com descontos e isenção de juros e multas.

Outros financiados pelo Fies

Para os demais financiados pelo Fies, o abatimento é de até 86,5%.

Como fazer a renegociação do Fies?

Para você renegociar o Fies, é preciso procurar seus agentes financeiros, ou seja, a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil.

Basta fazer a simulação da renegociação com o banco onde foi feito o contrato do financiamento. Nessa simulação é possível conferir qual será o percentual de desconto para o seu bolso.

Lembre-se, ao fazer a renegociação do Fies e realizar o pagamento da entrada da renegociação, o seu nome sai do cadastro de restrição ao crédito. A parcela mínima de renegociação do Fies é de R$ 200.

E se eu não aproveitar a renegociação do Fies em 2022?

Vale lembrar, que essas regras de renegociação do Fies foram regulamentadas como Medida Provisória, ou seja, elas não são definitivas, porque ainda precisam passar pelo Legislativo para se tornarem lei.

Assim, existe o risco de mudanças, e se você não conseguir fazer a renegociação neste ano, pode perder a oportunidade de se livrar das dívidas estudantis com condições tão boas.

O que fazer se você não se encaixar no Fies?

Bom, caso você não preencha os requisitos básicos para conseguir o Fies, não se preocupe! Existem outras formas de conseguir financiar o seu curso superior, sem pesar muito no seu bolso. 

Veja aqui algumas das opções disponíveis para conseguir crédito e fazer uma graduação:

  • Concorrer às bolsas de estudos das faculdades;

  • Tentar um financiamento próprio em faculdades que usam a nota do ENEM ou vestibular;

  • Ver as oportunidades de redução de custos como descontos para pagamentos antecipados;

  • Buscar por diferentes formas de crédito privado, como um empréstimo pessoal.

Quite sua dívida com o Fies e não fique no vermelho!

Quitar dívidas e ficar no vermelho não precisam ser sinônimos. Se você quer pagar sua dívida do Fies e manter sua vida financeira em dia, talvez um empréstimo pessoal possa ser a melhor solução.

Na Sim, fintech do Grupo Santander, você pode fazer uma simulação 100% online de empréstimo pessoal, e ter acesso ao crédito com taxas muito mais baixas e parcelas que cabem no seu bolso.

Com um empréstimo pessoal, além de quitar os custos com o ensino superior, você também pode começar um curso de idiomas, comprar livros, ou até mesmo fazer aquele intercâmbio que você tanto sonha. Que tal aproveitar essa oportunidade?

Fonte: Valor Investe

Simule agora