Atualizado em 16-03-2022

por Equipe Santander

Em comemoração ao aniversário de São Paulo, fizemos um conteúdo exclusivo contando um pouco sobre a importante participação do Centro dessa cidade, na história econômica e financeira do nosso País.

E como é uma data especial, separamos também algumas dicas com passeios e pontos turísticos para você visitar. Bora lá?

Onde tudo começou:

Se hoje você olha para a região da Avenida Faria Lima, que liga o bairro de Pinheiros à Vila Olímpia, e vê as inúmeras companhias nacionais e multinacionais de diversos setores, com destaque para o mercado financeiro (corretoras, fintechs e outras startups), nem imagina que lá essa região é reflexo do grande movimento de migração das empresas do Centro Histórico para a Zona Centro-Oeste da cidade.

Antes de existir grandes arranha-céus, startups e todo tipo de empresa de tecnologia, o Centro de São Paulo era o principal distrito financeiro da cidade e do País. Durante boa parte da sua história, ele foi considerado o nosso coração financeiro e o maior polo de atividade comercial, bancário e de serviços da cidade.

Dentre os principais prédios e empresas que estiveram presentes no Centro Histórico de São Paulo, podemos destacar o Banco Mercantil de São Paulo, que possuía sua sede no Edifício Mercantil Finasa, no Vale do Anhangabaú; o Banco do Brasil, que iniciou suas atividades em São Paulo e, na década de 1950, construiu um edifício de 142 metros de altura no Centro Histórico para ser sua sede regional no estado; além do Unibanco, que teve sua sede no Edifício Barão de Iguape na Praça do Patriarca.  

Até que em 1976, vinte tradicionais ruas da região central foram fechadas ao tráfego de veículos automotores, ficando disponível apenas para circulação de pedestres. Nesta época, o Centro Histórico ainda era o coração financeiro da cidade, mas após o fechamento das vias para veículos e o grande desenvolvimento econômico de outras regiões, os comerciantes começaram a fazer movimentações e migrar pela cidade. Foi aí que as avenidas: Paulista, Brigadeiro Faria Lima, Berrini e Juscelino Kubitschek, ganharam muito destaque.

Mas, apesar da migração do comércio e das grandes empresas para outras regiões da cidade, o Centro ainda conserva até hoje um pedaço dessa história, abrigando importantes empresas do segmento financeiro, como:

  • B3 – Bolsa de Valores do Brasil, localizada com prédios na Praça Antônio Prado e Rua XV de Novembro;

  • Farol Santander (antigo Banespa), com sua sede no famoso Edifício Altino Arantes;

  • Centro Cultural da Caixa Econômica Federal, na Praça da Sé

  • Centro Cultural Banco do Brasil, na confluência da Rua Alvares Penteado com a Rua da Quitanda.

Essas empresas conservam não só um pedaço da história do mercado financeiro do Brasil, mas também trazem vida ao centro da cidade, movimentando o turismo, a economia da região central e atraindo visitantes de diversas partes do nosso País.

E se você ficou curioso para ver de perto todas essas memórias, que tal se programar para um passeio pelo Centro de São Paulo? Além de visitar e conhecer de perto os edifícios que marcaram e marcam a história do mercado financeiro na cidade, você também pode aproveitar diversos espaços como:

Edifício Copan

Avenida Ipiranga, 200
Como chegar?
Descer na estação República do metrô (linha vermelha) pela saída “Sete de Abril” e andar cerca de 300 metros.

Terraço Itália

Avenida Ipiranga, n° 344 – 41° e 42º
Como chegar?
Descer na estação República do metrô (linha vermelha) pela saída “Sete de Abril” e andar cerca de 150 metros.

Edifício Matarazzo

Viaduto do Chá, 15
Como chegar?
Descer na estação Anhangabaú do metrô (linha vermelha) pela saída Terminal Bandeira. Ao sair da catraca, virar à direita e subir a escada. Sair na Rua Coronel Xavier de Toledo e seguir à direita no Viaduto do Chá.

Catedral da Sé 

Praça da Sé, s/nº
Como chegar?
Desça na estação Sé do metrô (linha vermelha) e vá para a saída à esquerda da catraca.

Theatro Municipal

Praça Ramos de Azevedo, s/n°
Como chegar?
Desça na estação Anhangabaú (linha vermelha) e pegue a saída da rua Cel. Xavier de Toledo. Ao sair, siga em direção à Praça Ramos de Azevedo.

Pateo do Collegio

Praça Pateo do Collegio, 2 
Como chegar?
Desça na estação São Bento (linha azul) e pegue a saída da rua Boa Vista. Ao sair, siga em direção ao metrô Sé

Mosteiro de São Bento

Largo São Bento, s/nº 
Como chegar?
Desça na estação São Bento (linha azul) e pegue a saída da rua Boa Vista. Ao sair, siga em direção ao largo São Bento.

Galeria do Rock

Avenida São João
Como chegar?
Desça na estação São Bento (linha azul) e vire à direita em direção à Praca Pedro Lessa. Depois, siga em direção à Av. São João.

Edifício Martinelli

Praça Antônio Prado
Como chegar?
Desça na estação São Bento (linha azul) e pegue a saída da rua Boa Vista. Ao sair, siga em direção a R São Bento com a Av. São João.

Palacete Tereza Toledo Lara

Quintino Bocaiúva, 22
Como chegar?
Descer na estação Sé do metrô (linha vermelha), seguir para a Rua José Bonifácio e virar à direita, na Rua Quintino Bocaiúva.

Casa da Imagem

Roberto Simonsen, 136-B
Como chegar?
Desça na estação Sé do metrô (linha vermelha) e vá para a saída à direita da catraca. Ao sair, siga na direção do Largo Pátio do Colégio e vire na Rua Roberto Simonsen.

Fonte: Estadão e Folha UOL