Atualizado em 16-02-2022

por Equipe Santander

O começo do ano é um momento delicado para as despesas de quem é mãe e pai, afinal, o início do ano letivo está próximo e é chegado o momento de alguns gastos que pesam no orçamento familiar. Se você tem filhos, é possível que já esteja com a lista de material escolar em mãos e assustado com alguns dos valores, sem falar na mensalidade que, provavelmente, sofreu algum reajuste no valor.

A boa notícia é que criamos este artigo para você se programar e anotar algumas das dicas que preparamos. O objetivo aqui é te ajudar a conseguir descontos e economizar agora e durante o ano todo.

Planejamento financeiro

Mais do que nunca, é fundamental ter um planejamento financeiro para organizar as despesas anuais. E não tem época melhor para agir nesta direção do que os primeiros meses do ano.

Primeiramente, é preciso colocar no papel todos os números que formam os gastos escolares: mensalidade, material, uniforme, transporte etc.  Em paralelo, aprofunde-se na sua realidade e capacidade financeira. Assim, será possível entender o valor máximo que você pode investir sem prejudicar o orçamento da família. 

Para aprofundar ainda mais no assunto, que tal dar uma olhada no nosso artigo sobre Planejamento Financeiro?

Como economizar na compra do material escolar

Conforme os filhos vão envelhecendo, a lista de material escolar tende a crescer e ficar mais cara. Todavia, existem algumas dicas que qualquer pode seguir para conseguir encontrar preços mais baixos. Vamos ver quais?

• Compre no fim do ano letivo, não no começo

Mais uma vez a palavra é planejamento. Já é conhecido por todos que no mês de janeiro o valor dos materiais escolares sobe muito. Por isso, tenha a lista em mãos e comece a fazer compras com bastante antecedência.

Recicle materiais e aposte em livros usados

É comum alguns dos equipamentos estarem em ótimas condições para serem reutilizados no próximo ano. Verifique tudo o que seu filho tem: caderno, lápis, caneta, lapiseira etc. Algo vai estar em bom estado. Reaproveite! Se você tiver mais de um filho, vale a pena também pesquisar o que seu filho mais novo pode aproveitar do irmão mais velho.

Outra aposta sempre bem-vinda são os sebos e feiras de livros, afinal, são dois negócios que estão sempre em alta no começo do ano. A internet também é uma aliada na hora de encontrar sites de compra, venda e troca de livros usados.

Concentre-se na lista e não leve as crianças para fazer compras

Na hora de comprar, fique de olho em apenas o que for necessário, ou seja, no que está na lista de materiais escolares. Não se deixe levar pelas prateleiras coloridas das livrarias, hein? Lembre-se do que será reaproveitado pelo seu filho(os) e busque o que está faltando.

Por último, deixe as crianças em casa. Você deve saber muito bem como as crianças se sentem atraídas pelos lançamentos, como os cadernos com capas do desenho animado favorito.

Como conseguir descontos na mensalidade escolar

Logo depois de economizar nas compras, chegou a hora de pensar na mensalidade e esse talvez seja um dos pontos cruciais. A parcela da escola é um gasto mensal que tende a crescer anualmente, conforme o aluno vai subindo de série.

Antes de tudo, você pode até achar que não existe possibilidade de descontos, que não há espaço para negociação, mas saiba que existem algumas dicas que você pode seguir e aumentar a suas chances de sucesso na tentativa de abatimento.

O poder de negociar pessoalmente

Em qualquer tipo de negociação, é essencial ser transparente. Se algum acordo for firmado, em pouco tempo você terá que cumprir a sua parte e, caso não tenha sido verdadeiro, rapidamente a realidade será descoberta e você pode ter a credibilidade danificada.

E uma das melhores maneiras de conquistar a confiança de uma pessoa ou de uma instituição é estando presente, no local, ao vivo e em cores. Nada de e-mails ou ligações, vá até a escola e tente encontrar uma solução para a sua situação. Além de demonstrar verdadeiramente qual a sua necessidade, é também um ato de respeito e a escola vai tratar com bons olhos para o seu caso.

A sua história é sua aliada

Se os seus filhos vão continuar na mesma escola que estudaram nos últimos anos, isso significa que você já é conhecido pela instituição educacional. Você provavelmente conhece os diretores e professores e eles conhecem você.

Saiba que essa relação vai além das reuniões entre pais e professores, pois ela se estende até a forma de negócio que um colégio é. Você, responsável por um aluno, é também um cliente. E em qualquer tipo de empresa, o histórico conta em muito. As empresas farão de tudo para manter um cliente, inclusive, oferecer condições especiais para o bom pagador, para um ‘consumidor’ fiel.

Se em todos esses anos em que seu filho estuda nessa escola você nunca atrasou uma mensalidade, a sua reputação vai te acompanhar e, assim, aumentar as suas chances de conseguir negociar um desconto na parcela ou na matrícula.

Sobrou dinheiro? Antecipe parcelas

Essa é uma dica muito valiosa para quem adquiriu dívidas. Se você está com dinheiro sobrando no fim do mês, talvez seja uma boa alternativa pagar parcelas futuras, pois é possível que você consiga um desconto. Novamente, converse abertamente com a escola e faça a proposta de pagar quantas mensalidades para frente você conseguir e negocie um abatimento favorável para os dois lados.

Apresente opções de valor para a escola

Por último, elabore algumas opções de valor para a mensalidade, e é claro que todas precisam estar dentro da sua capacidade monetária. Durante a negociação, busque o preço que for mais confortável para você, mas ofereça uma margem de escolha para que a escola não saia prejudicada.

Como resultado, você está abastecido com estratégias que vão facilitar a sua vida na hora de comprar o material escolar e de negociar o valor da mensalidade. Aproveite esse novo conhecimento, utilize-o e poupe dinheiro. Qualquer economia é bem-vinda e fará diferença.

Que tal um crédito pessoal?

Agora você já sabe como economizar nas compras do material escolar e como negociar descontos. Ainda assim, talvez você ainda precise de alguma quantia para pagar as despesas e, se isso acontecer, pense em pegar um crédito com o Santander.

A contratação pode ser feita em poucos segundos, sem sair de casa, tudo pelo aplicativo. As taxas são atrativas e o dinheiro vai estar na sua conta rapidamente, para usar como quiser. Ah, e você pode parcelar em até 6 anos.

Realize, conquiste e organize sua vida financeira com o Crédito Pessoal Santander.

Não é correntista? Também temos opções de crédito para você. Confira!