Atualizado em 29-03-2022

por Equipe Santander

Imprevistos acontecem e, como o nome já diz, não avisam quando vão chegar. Um carro quebrado, um tratamento médico, uma reforma na casa, entre tantos outros. No entanto, nem sempre conseguimos aumentar a renda rapidamente para bancar as novas despesas. Como arrumar dinheiro rápido?

Vale a pena resgatar de um investimento ou é melhor contratar um empréstimo?

Em geral, se você possui uma reserva financeira e uma urgência aparece de repente em sua vida, você deve, sempre que possível, utilizar essa reserva para não assumir um novo empréstimo. É para isso que ela serve!

A reserva é um dinheiro guardado e investido, fruto de bom planejamento financeiro, para enfrentar momentos de crise. É essencial para conseguir atravessar emergências em que a sua fonte de renda fica comprometida. E atenção: é importante que o investimento tenha uma alta liquidez, ou seja, que seja fácil e rápido resgatar essa quantia e que não haja perda de parte do valor no resgate, como pode acontecer em alguns investimentos quando são resgatados antes do prazo de vencimento. Assim, você vai ter o dinheiro de volta no bolso para usar com qualquer que seja a situação emergencial.

Então, se você se encaixa no que foi dito até agora, a resposta é “sim”, vale a pena retirar dinheiro de investimentos financeiros e resolver o problema. A partir daí, você terá mais tranquilidade para poupar uma nova quantia para futuros investimentos.

Se desejar, te explicamos com mais profundidade a importância de ter uma reserva e como guardar esse dinheiro de forma eficiente.

Quando o empréstimo pode ser uma boa solução?

Já o empréstimo pode ser uma solução importante quando existe uma expectativa de valorização no longo prazo em cima do bem que será comprado.

Vamos pensar em um exemplo? Você deseja comprar um imóvel próprio e viver com a sua família, mas não tem a quantia necessária. Essa é uma boa oportunidade para pensar no empréstimo, num financiamento imobiliário, pois a casa (ou apartamento) irá valorizar ao longo do tempo.

No Santander, você consegue financiar em até 35 anos, com parcelas que cabem no seu bolso. Neste tempo, o imóvel com certeza vai ter uma valorização relevante, o que faz a escolha pelo empréstimo ser acertada.

Um financiamento de veículo também é um bom exemplo. Apesar do valor do carro não aumentar, é um bem que traz muito conforto e qualidade de vida para você e para sua família. Com um financiamento, você consegue encontrar parcela e prazo que condizem com a sua realidade financeira.

Se a sua vontade é empreender e abrir o seu negócio próprio, um empréstimo pessoal pode ser o empurrãozinho que você precisa para conquistar o seu espaço no mercado, afinal, toda empresa precisa de um capital inicial para começar as operações e para ter um capital de giro confiável.

Confira as soluções que o Santander tem para você e para a sua empresa.

Quero um empréstimo

Como fazer um empréstimo?

A contratação do empréstimo pode ser feita pelo aplicativo Santander, tudo online. É rápido, simples e seguro. Primeiramente, faça o download do app e, logo em seguida, siga o passo a passo.

1º Passo – Após fazer o login no aplicativo, vá até a janela de Empréstimos, indique o valor que você precisa e a quantidade de parcelas que deseja para pagar.

2º Passo – O Santander vai te oferecer algumas opções. Analise e escolha a melhor oferta para você.

3º Passo – Confira todas as informações e confirme as condições da contratação.

Agora é com a gente. A contratação do crédito está sujeita à aprovação de crédito e demais condições do produto vigentes no momento da contratação. Responderemos a sua solicitação em poucos dias.

As vantagens do crédito pessoal

• A liberação do dinheiro é rápida

Após a contratação do empréstimo ser confirmada, o valor definido entre você e o banco será depositado na sua conta. É muito rápido!

• Prazo para pagar

O prazo máximo pode variar dependendo do produto escolhido, da análise de crédito do cliente e da opção de parcelamento (02 até 60 meses). Além disso, você tem até 59 dias para começar a pagar.

* Esse blog possui caráter informativo, não representando a opinião, recomendação ou posicionamento formal do Santander ou das empresas de seu conglomerado