Atualizado em 01-08-2023

por Equipe Santander

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Acessibilidade

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 12
Aumentar espessura do texto A+
Aumento de espessura do texto Aa
Preto e amarelo - tema para daltônicos (WCAG 16:44:1)
Preto e branco - tema para daltônicos (WCAG 21:1)
c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Modo escuro

0:00

 / 

0:00

É muito comum que em relacionamentos as pessoas comecem a pensar em construir o futuro de ambos em conjunto. Planejar o financiamento de um novo imóvel, veículo ou até mesmo um futuro melhor para os possíveis filhos.

Mas, nem sempre a gente sabe como conseguir fazer isso da melhor forma para ambos, não é mesmo? Dúvidas como: “É melhor ter uma conta conjunta ou individual para cada um?” ou “Quem ganha mais, paga mais?” e até “Quanto cada um deve economizar?” podem se tornar um problema na hora de traçar os objetivos e senhos.

Para te ajudar nesse planejamento financeiro, preparamos o conteúdo abaixo com 6 dicas de como planejar as finanças em casal.

Boa leitura!

1) Organize a renda do casal

O primeiro passo e, talvez o mais importante, é a organização da renda do casal. Aqui, precisamos entender quanto de dinheiro entra para vocês dois. Dessa forma, vão conseguir definir uma média do quanto poderá ser gasto mensalmente.

Esse ponto é fundamental, pois cada um sabendo o quanto o outro pode gastar todos os meses, conseguem evitar custos desnecessários se protegendo de uma possível dívida.

2) Combinem as despesas

Agora que a renda está definida, é o momento de organizar as despesas da casa. Existem casais que preferem juntar tudo em uma conta conjunta, somar as contas e pagar através dessa conta.

Quem optar por essa opção, consegue ter visualização única do que irá sobrar, podendo dividir esse valor para outros gastos, uma reserva de emergência ou colocar em um investimento.

Mas, se vocês preferem dividir as contas, onde cada um é responsável pelo seu dinheiro, não esqueçam de organizar os dias dos pagamentos dos custos fixos mensais como: aluguel, contas de luz e internet, além de combinar como vão poupar aquilo que sobrar.

Importante: esses são apenas alguns exemplos de como combinar as despesas, existem outras formas. Caberá ao casal definir qual a melhor opção para ambos.

3) Organizem os gastos individuais

Para um planejamento saudável, é preciso que cada um tenha a liberdade dos gastos individuais, afinal, nem tudo precisa ser compartilhado. Por exemplo, se o homem precisar de um tênis e a mulher um sapato, cada um deverá ter a liberdade de escolher qual a melhor opção para si.

Por isso, separarem sempre uma porcentagem para que cada um possua um orçamento individual para gastos mensais com aquilo que deseja. Isso é favorável para as finanças e no próprio relacionamento.

4) Mantenha as finanças em ordem

Não somente na vida de casal, mas em todos os âmbitos financeiros é preciso organizar as finanças, para saber o quanto se ganha e o quanto se gasta, não é mesmo? Só assim conseguimos uma projeção de onde estamos e onde desejamos chegar.

Por isso, façam uma lista com as principais contas e as rendas do casal, pois assim conseguirão planejar as próximas metas como: férias, a entrada em um veículo próprio ou até mesmo o financiamento de um imóvel.

5) Tenham uma Reserva de Emergência

Esse valor é muito importante, principalmente nos momentos de maiores necessidades, como por exemplo:

       -  Perda de emprego

       -  Problemas de saúde

       -  Obras de emergência

Por isso, caso sobre algum valor no mês após todas as contas estarem pagas, preparem esse dinheiro para essa reserva de emergência. Uma ótima opção é abrir uma conta poupança e guardar o dinheiro lá, usando somente quando necessário.

Ainda não possui uma conta poupança? Conheça a Poupança Santander, a alternativa mais simples para começar a guardar dinheiro e gerar rendimentos futuros.

Abra sua conta poupança
 

6) Tenham metas conjuntas

Por último, é muito importante o casal traçar metas e objetivos de onde pretendem chegar financeiramente. Afinal, todas as dicas anteriores foram justamente para alcançar essas metas e vocês conseguirem o que tanto sonharam.

Esse é o momento de sentar e analisar o futuro juntos, seja para conhecer o mundo viajando, uma aposentadoria tranquila ou até mesmo para a educação dos possíveis filhos no futuro.

As metas e objetivos auxiliam vocês na construção desse futuro financeiro, assim como no fortalecimento da relação.

Vale ressaltar que as dicas que apresentamos são apenas sugestões para melhorar a vida financeira em casal, mas não existe uma fórmula padronizada em que todos devem seguir. Por isso, sentem-se e conversem sobre como se planejar para o futuro.

E aqui no Santander, você pode abrir uma conta e aproveitar as diversas vantagens para melhorar a sua vida financeira e do seu parceiro. Ficou interessado? Abra sua conta agora mesmo!

Abrir conta agora

Avalie esse artigo