Atualizado em Tue Oct 17 14:56:18 GMT-03:00 2023

por Equipe Santander

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Acessibilidade

c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 12
Aumento de espessura do texto Aa
Preto e amarelo - tema para daltônicos (WCAG 16:44:1)
Preto e branco - tema para daltônicos (WCAG 21:1)
c. concepts / client-service/Bank and Counter/simple credit Copy 11

Modo escuro

0:00

 / 

0:00

O Pix foi lançado no Brasil em novembro de 2020 e em pouco tempo conquistou o público, ultrapassou os meios tradicionais de pagamentos e transferências e facilitou a vida do brasileiro.

Mas o que é Pix? Como funciona o Pix? O que tem de diferente? Como fazer uma transferência bancária utilizando-o?

Vamos responder todas essas perguntas neste artigo!

O que é o Pix?

O Pix é um novo meio de pagamentos criado pelo Banco Central do Brasil. A ideia é facilitar a transferência de valores entre pessoas, pois com ele é possível pagar as compras, transferir e receber dinheiro instantaneamente. Ah, e é tudo feito pelo celular, o que torna o processo fácil, rápido, simples, seguro e livre de tarifas. Pois é, o Pix é gratuito para pessoas físicas.

Sem dúvidas, as duas principais características do Pix que conquistaram os brasileiros foram a sua instantaneidade e a gratuidade. Para se ter uma ideia, o TED pode levar horas para ser completado, para o dinheiro cair na conta de destino. Com o Pix, a movimentação financeira é imediata.

Como funciona o Pix?

Tudo que você precisa para poder utilizar o Pix é uma conta corrente, em alguma instituição financeira participante do Pix, como o Santander, por exemplo. Ainda não tem uma conta? Abra a sua agora mesmo! Seu pedido será sujeito à análise cadastral, mas pode ficar tranquilo que é um processo bem rápido.

Pelo próprio aplicativo do seu banco é possível fazer o cadastro e definir as chaves Pix, que funcionarão como atalhos para encontrar a sua conta no sistema do Banco Central. Em uma transferência tipo TED, será preciso ter o número da conta, da agência, o CPF da pessoa que irá receber a transferência... No Pix, nada disso é necessário, apenas a chave cadastrada do recebedor.

Uma pessoa física pode cadastrar até 5 chaves, uma para cada banco, enquanto pessoas jurídicas têm o limite de 20 chaves.

Podem ser utilizados como chave:

- CPF/CNPJ

- Telefone

- E-mail

- Chave aleatória

E como fazer uma transferência bancária por meio do Pix? Abra o aplicativo do seu banco e clique na área Pix. Digite o valor que deseja transferir e, em seguida, a chave do recebedor.

Tem como ser mais simples? Tem! Também é possível através da leitura de um QR Code.

A pessoa que vai receber a transferência deve gerar um QR Code. O pagador, com a câmera do celular, aponta para o QR Code e rapidamente os dados de quem vai receber a transferência serão reconhecidos.

Três grandes vantagens do Pix

Para ter conquistado tantas pessoas em tão pouco tempo, as vantagens do Pix devem fazer a diferença na vida cotidiana. Vamos conhecer todos esses benefícios?

1. O Pix é mais seguro

Como dito anteriormente, o Pix é uma criação do Banco Central e, portanto, contém as mesmas medidas de segurança de autenticação e criptografia utilizadas em outros meios de pagamento. É tudo digital e criptografado, o que confere mais segurança para que você possa realizar transações bancárias sem se preocupar.

Além disso, as movimentações são rastreáveis, o que facilita o trabalho de autoridades caso alguma coisa suspeita seja identificada. 

2. Funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana

Quem já dependeu de fazer um TED no fim de semana teve problemas, pois não era possível completar a transferência no mesmo dia. Com o Pix esse problema não existe, pois é uma funcionalidade disponível a qualquer dia, qualquer hora.

O Pix passou por algumas mudanças em relação aos valores máximos que podem ser transferidos em cada momento do dia. Mas o que mudou? O limite passou a ser de R$ 3.000,00 para transações no horário diurno, e de R$ 1.000 no período noturno, das 20h às 6h. Isso é válido somente para o Pix Saque e Pix Troco.

| Veja também: Pix Saque e Pix Troco: saiba como usar

As demais operações do Pix seguem outras regras para limite, como o valor que o cliente tem para fazer um TED no período escolhido.

3. O Pix é grátis

Os anos de pagar tarifas por cada transferência ficaram para trás. Hoje em dia, através do Pix, é possível fazer a movimentação pelo seu celular sem pagar nada por isso. Além da pessoa física, os empreendedores individuais também têm esse benefício, algo que contribui demais para o crescimento de milhões de pequenos negócios espalhados pelo Brasil.

Pix no Santander

Se o Pix já é bom, com o Santander fica ainda melhor. Um jeito mais fácil e simples de movimentar o seu dinheiro.

1. Sem taxas

2. Dinheiro na conta em segundos, a qualquer hora e dia, com possibilidade de agendamento

3. 10 dias sem juros por mês no limite da conta, ao manter o seu CPF ou celular como chave Pix em sua conta Santander, para os pagamentos e transferências que não podem esperar

4. Mais segurança para suas transações, gerencie seus limites de acordo com sua necessidade

Agora você já tem uma ideia de como funciona o Pix e as principais vantagens de adotar esse novo meio de pagamento. E aí, já fez a sua chave?

Cadastre sua chave Pix

Avalie esse artigo