Atualizado em 16-03-2022

por Equipe Santander

No final do ano passado, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou uma reformulação na resolução nº 886 anunciando a nova Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com o Governo Federal, a CNH terá uma nova identidade visual e classificações divididas por novas categoria. A mudança, tem como objetivo proporcionar mais segurança, modernidade e aproximar a documentação brasileira aos padrões internacionais. 

Se você precisa renovar a sua habilitação ou está com o documento próximo do período de vencimento, confira o conteúdo abaixo para ver o que muda, quais são as exigências e se a troca será obrigatória.

Mudanças na documentação

Com o objetivo de dificultar falsificações e aproximar a nossa CNH dos padrões adotados nas habilitações internacionais, a nova versão traz mudanças que vão desde a incorporação de novos elementos gráficos, até a implementação de um código utilizado nos passaportes, possibilitando o embarque dos condutores nos terminais de autoatendimento dos aeroportos brasileiros.

Na nova versão, também será incluída uma marcação que evidencia quais os modelos que cada motorista está autorizado a conduzir por todo o território nacional, além de sinalizações para quem está com a carteira provisória, ou seja, que ainda possui o documento de Permissão para Dirigir e não a carteira definitiva. Essa sinalização será feita com a letra “P” e “D”.

Será mantido na CNH: o QRCode, que já está disponível, atividade remunerada para motoristas profissionais e possíveis restrições médicas.

Quando a nova CNH começa a valer?

A nova CNH terá validade a partir do dia 1º de junho de 2022, mas a troca não será obrigatória. Segundo o Governo Federal, a substituição vai ocorrer de forma gradual à medida que os motoristas forem renovando ou emitindo a segunda via da CNH.

É possível fazer a renovação de forma digital?

Sim, é possível solicitar a renovação da CNH de forma digital. Para realizar a solicitação, basta acessar o portal do Detran/Poupatempo da sua cidade, ou pelo App Poupatempo digital. Mas, se preferir, pode realizar a renovação de forma presencial mediante agendamento.

Lembrando que para renovar a habilitação é necessário pagar uma taxa de R$ 116,50 em um dos bancos conveniados (somente correntistas) com o Detran ou nas Casas Lotéricas. 

Para conferir o passo a passo completo e como realizar o pagamento aqui no Santander, clique aqui.

Como ter a Carteira de Habilitação Digital?

Disponível desde 2017, a CNH Digital se tornou uma opção para condutores que preferem andar com o documento eletrônico ao invés do físico, tendo mais segurança e agilidade.

A opção é disponibilizada de forma gratuita nas loja de aplicativos do seu celular. Para ter acesso ao documento, basta fazer o download do App Carteira Digital de Trânsito (CDT) e realizar o seu cadastro.

Para usar o serviço, é preciso ter a CNH com o QR Code na parte de trás. Já para obter o documento digital, é preciso estar com o número do Renavam do veículo e o código de segurança do CRV, que é o antigo DUT.

Vantagens de usar a CNH Digital

Além de ter acesso a sua CNH de forma rápida e fácil, o aplicativo da Carteira Digital de Trânsito disponibiliza funções como:

- Aviso sobre o vencimento do documento;
- Visualização de infrações cometidas por veículo/condutor;
- Pagamento de multas emitidas pelos órgãos de fiscalização de trânsito.

Agora que você já sabe sobre as mudanças e o que fazer para renovar sua CNH, não esqueça de ficar atento a data de vencimento da sua habilitação e se programar para regularizar a situação.

E se você é cliente Santander, aproveite nossas funcionalidades para pagar os seus débitos de veículo online. Aqui no Blog, você encontra conteúdos sobre IPVA, Licenciamento, entre outros opções.

Até a próxima!!

Fonte: Detran e Contran

Todo o conteúdo desta publicação foi tirado das fontes aqui informadas. Esse blog possui caráter informativo, não representando a opinião, recomendação ou posicionamento formal do Santander ou das empresas de seu conglomerado.