Santander

Guia da Declaração do Imposto de Renda 2020

5 perguntas e respostas do que você precisa saber para declarar (ou não) o Imposto de Renda 2020

Devido aos últimos acontecimentos, a declaração de Imposto de Renda 2020 foi estendida até 30 de junho. Se você ainda não declarou por dúvidas se tem ou não que declarar, ou não sabe como fazer, separamos 5 questões e respostas com tudo que você precisa saber. Veja:

1.    O que é o Imposto de Renda (IR)?

 

O imposto de renda é um tributo federal sobre a sua renda. Além disso o Governo Federal o utiliza para acompanhar o desenvolvimento patrimonial de cada cidadão.  Para isso é necessário que o contribuinte faça a declaração informando à Receita Federal quais foram seus ganhos no ano.  Normalmente o período de declaração é realizada no começo do ano, entre março e a vai até abril. Porém nesse ano, a declaração poderá ser entregue até as 23:59 do dia 30 de junho, devido a pandemia de covid-19.  

 

2.    Eu preciso declarar o Imposto de Renda?

 

Você precisa declarar se:  

•    Ganhou mais de R$ 28,559,70 em 2019 (incluindo salário,13º salário e bônus);

•    Possui imóveis e terrenos equivalentes R$ 300 mil ou mais;

•    Ganhou mais de R$ 145,798,50 trabalhando no campo;

•    Ganhou mais de R$ 40 mil em rescisões, heranças, doações, rendimentos da poupança, LCI e/ou LCA;

•    Investiu qualquer valor na Bolsa de Valores;

 

Você tem investimentos? Baixe agora nosso guia e veja como você pode declarar seus investimentos

Onde faço a minha declaração?

Para preencher e enviar sua declaração, a Receita Federal disponibiliza um programa de computador e um aplicativo de celular. Você pode escolher qual dos dois você quer utilizar. Ambos estão disponíveis no site da Receita Federal

 

3. Quais as informações e documentos preciso apresentar?

Para realizar a declaração é necessário: 

 

No App Santander

Menu > Informe de rendimentos

No Internet Banking

Menu > Utilidades > Informes/Consultas

 

Informes de rendimentos: Esse documento é emitido pela sua empresa contratante mostrando os valores recebidos e impostos pagos por você no último ano. Esse documento também é emitido pelo seu banco e corretora de seguros.  

Se você é correntista Santander, pode solicitar seu Informe de Rendimento clicando aqui

 

Cadastro de Dependentes: Caso você possua dependentes é necessário cadastrar seus CPFs, independentemente da idade. Se o seu dependente não possuir um CPF é necessário realizar o cadastro dele no site da receita federal. 

 

Gastos com Saúde e Educação: Dedutíveis, esses gastos podem ser apresentados desde que todos os comprovantes tenham o nome do prestador do serviço com CNPJ ou CPF e o valor pago.

Saúde: Gastos médicos, odontológico e outras áreas da saúde, gastos com convênios, exames, consultas e internações. 

 

Educação: Pagamentos a Escolas (Fundamental e Médio), Faculdades e Universidade (Graduação e Pós-Graduação) e Ensino técnico.

 

Comprovante de Pagamento ou recebimento de aluguéis:  Basta pedir os comprovantes de pagamento e recebimento para a sua imobiliária.  Se você paga ou recebe o aluguel sem intermédio de uma imobiliária é possível enviar os recibos de deposito bancário como comprovante.   

Compras e vendas de bens: Se você comprou ou vendeu algum imóvel ou veículo no último ano, é necessário informar em sua declaração. Para realizar o cadastro é necessário apresentar o contrato, nota fiscal/recibo e escritura. 

 

Se você fez um financiamento, é importante informar na declaração o nome do banco, valor financiado, valor da entrada, prestações e o número do contrato.

4.    O que acontece se eu não declarar meu imposto de renda?

Caso você não declare o imposto de renda, você ficará com o CPF em situação irregular no sistema da Receita Federal. Esse processo é prejudicial pois caso você precise, não poderá contratar ou adquirir créditos, financiamentos e até impedido de participar de concursos públicos. 
Além disso quem não declarar, poderá pagar uma multa de no mínimo R$ 165,75, mas pode chegar até 20% do valor total de imposto devido. 

 

5.    O que é e como funciona a restituição do imposto de renda? 

A restituição do Imposto de Renda é o retorno de parte do dinheiro pago pelo contribuinte à Receita Federal durante o último ano. Isso acontece quando o sistema detecta que o valor pago em impostos foi maior do que o necessário.  Esse cálculo é feito para cada contribuinte e informado ao final do preenchimento da declaração. 

O pagamento é realizado alguns meses após a declaração e quanto antes a sua declaração for feita e enviada, mais rápido você receberá a restituição.

Você pode receber o valor diretamente pela sua conta Santander, basta cadastrar o número da sua conta e agência.

Com o Santander você pode antecipar o recebimento da sua restituição de IR sem burocracia.

Agora você já sabe se precisa ou não declarar o Imposto de Renda e quais são os documentos necessários.

Veja também

Central de atendimento

Consultas, informações, transações e cancelamentos.
4004 3535 (capitais e regiões metropolitanas)
0800 702 3535 (demais localidades)
0800 723 5007 (pessoas com deficiência auditiva e de fala)

Central de atendimento empresarial
4004 2125 (capitais e regiões metropolitanas)
0800 726 2125 (demais localidades)
0800 723 5007 (pessoas com deficiência auditiva e de fala)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações gerais: 0800 762 7777 Atende também pessoas com deficiência auditiva e de fala pelo telefone 0800 771 0401 Ligações do exterior (a cobrar): +55 (11) 3012 3336

Ouvidoria

Se não ficar satisfeito com a solução apresentada: 0800 726 0322.
Disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados, das 9h às 14h, exceto feriado.
Atende também pessoas com deficiência auditiva e de fala no 0800 771 0301.

Entre em contato com a Ouvidoria

Buscar agências

Encontre aqui a agência mais próxima de você