Santander

Santander leva sustentabilidade à Agrishow 2019

Durante o evento, o CDC Agro Solar foi ofertado com condições especiais, entre outras novidades.

O Santander mais uma vez esteve presente na Agrishow, uma das três maiores feiras de tecnologia agrícola do mundo e a maior e mais importante da América Latina. Durante o evento, foram anunciadas diversas novidades para o setor. Uma delas foi o CDC Agro, crédito para compras de máquinas agrícolas, equipamentos, silos, armazéns e pivôs, com taxas a partir de 0,79% ao mês. O Banco também levou mais de R$ 1 bilhão em crédito pré-aprovado, garantindo a agilidade na concessão do crédito durante a feira.

“Queremos oferecer um portfólio completo de soluções financeiras e de gestão para o empreendedor do campo”, explica Carlos Aguiar, diretor de Agronegócios do Santander Brasil. Ele ressalta que a instituição financeira continuará a oferecer as linhas de financiamento existentes no mercado para esse tipo de bem, como as do BNDES, entre outros produtos e serviços para o setor.

Agronegócio Responsável

Outra linha que foi ofertada com condições especiais foi o CDC Agro Solar, que financia a geração de energia renovável em propriedades rurais. O crédito pôde ser contratado durante a Agrishow com juros a partir de 0,79% ao mês e o prazo máximo de pagamento foi estendido de cinco para sete anos. É possível financiar até 80% do valor do bem.

“O Banco acredita que a sustentabilidade será a grande aliada do agronegócio para vencer os desafios do aumento de eficiência de produção em uma sociedade que necessitará cada vez mais de alimentos. Além de atuarmos na concessão de crédito, queremos ser parceiros dos produtores nas melhores práticas socioambientais”, declara Aguiar. Em 2010, por exemplo, foi criado o Programa Santander Agronegócio Responsável, pelo qual o Santander concede crédito e orientação técnica para os produtores rurais que desejam investir em inovação e sustentabilidade no campo. De 2012 a fevereiro deste ano, foram financiados R$ 1,34 bilhão em projetos de Agricultura de Baixo Carbono, de inovação e modernização do campo e de energias renováveis.

O estande do Santander na Agrishow teve um módulo sustentável, na entrada, com placas solares. No espaço, os visitantes puderam carregar seus equipamentos eletrônicos, como celulares, enquanto assistiam a alguns vídeos das iniciativas do Banco para o fomento à sustentabilidade no campo.

E no dia 01 de maio, das 9h às 11h, o Santander reuniu quatro mulheres de destaque no setor para o debate “Líderes do agronegócio: a força das mulheres no campo”. São elas: Paula Varejão, apresentadora do programa “Tá na Hora do Café” (canal Mais Globosat) e produtora de café no Sul da Bahia; Simone Carneiro de Morais Sousa, produtora de café no Sul de Minas e ganhadora do Prêmio Novo Agro 2018 na categoria Mulheres na Gestão; Carolina Rossato, diretora comercial da Semeato e vice-presidente da Simers; e Marcela Marques Pereira, gerente comercial de Agronegócios do Santander Brasil.

Lojas Agro

O Santander também anunciou na Agrishow os Estados onde as próximas Lojas Agro serão inauguradas: quatro no Paraná, duas em Mato Grosso, duas no Rio Grande do Sul, duas em Goiás, duas em Mato Grosso do Sul, duas em Minas Gerais e uma em Santa Catarina.

Além das 22 lojas Agro já existentes, o Banco possui 300 agências vocacionadas ao setor, distribuídas por todo o País. Nesses locais, os produtores são atendidos por gerentes especializados e contam com a assessoria de agrônomos.